ASSINE

Ações sociais da Maranata despertam para a fé e criam laços com Deus

Ajudar o próximo, como na Missão Amazônia desenvolvida pela Igreja, tem sido uma forma de aproximar os fiéis do propósito divino

Publicado em 20/11/2020 às 15h52
Enquanto o trabalho social acontece, são realizadas ações de evangelização nas ruas e praças e, à noite, cultos especiais nas igrejas e ginásios das comunidades
Enquanto o trabalho social acontece, são realizadas ações de evangelização nas ruas e praças e, à noite, cultos especiais nas igrejas e ginásios das comunidades. Crédito: Maranata/Divulgação

É certo que glorificar a Deus e ter uma vida guiada pelos ensinamentos do criador, por meio do Evangelho, são os princípios norteadores da Igreja Cristã Maranata na Terra. Ajudar o próximo, atenuando assim o sofrimento de quem mais precisa, tem sido uma forma de aproximar o propósito de Deus de seus filhos, que foram aqui abrigados até a hora do arrebatamento.

Sendo assim, a direção da Igreja Cristã Maranata, apoiada e sempre amparada por seus fiéis de diversas categorias profissionais, presta um importante trabalho de ação social às comunidades carentes e afastadas do meio urbano.

Rios como estradas

A Igreja Cristã Maranata presta um importante trabalho de ação social às comunidades carentes e afastadas do meio urbano
A Igreja Cristã Maranata presta um importante trabalho de ação social às comunidades carentes e afastadas do meio urbano. Crédito: Maranata/Divulgação

A Missão Amazônia, por exemplo, reúne engenheiros, médicos, dentistas e outros profissionais interessados em levar às comunidades ribeirinhas da Amazônia serviços de orientação, consulta e tratamento de diversos casos.

De seis em seis meses a Missão Amazônia parte de barco para essas comunidades, algumas com o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país.

É ali, nesse contato direto com seres humanos necessitados, que o próprio Deus se manifesta por meio do cuidado, do carinho e da atenção de outros seres humanos escolhidos para difundir a palavra por meio de ações.

Ações que contabilizam mais de oito mil atendimentos a pacientes, além de mais de 30 mil procedimentos de enfermagem e 16 mil unidades de medicamentos distribuídos gratuitamente.

Vale registrar que todos os profissionais envolvidos na Missão Amazônia são voluntários, ou seja, são fiéis imbuídos do mais puro sentimento cristão da doação, do empenho e do entendimento da necessidade do outro.

Entre esses profissionais, há também pesquisadores, biólogos e educadores que analisam o solo, a água e as condições de vida da comunidade atendida para traçar metas e implantar projetos que possam melhorar o dia a dia das pessoas.

“Igreja é comunidade de fé. O cristianismo tem um dom espiritual que engloba todas as coisas”, afirma o presidente da instituição, pastor Gedelti Gueiros.

Entre os profissionais que se reúnem para realizar a Missão Amazônica estão os médicos que fazem consultas e tratamentos diversos nas comunidades ribeirinhas
Entre os profissionais que se reúnem para realizar a Missão Amazônia estão os médicos que fazem consultas e tratamentos diversos nas comunidades ribeirinhas. Crédito: Maranata/Divulgação

Já o presidente da Missão Internacional Cristã Maranata, pastor João Cidade, explica que antes deste trabalho, a população precisava viajar por até 12 horas para realizar exames básicos.

“A população é carente de serviços básicos de saúde e tratamento de água e esgoto. Há algum material técnico disponível para exames clínicos nestas localidades, mas não há profissionais habilitados para manuseá-los. Para a realização de qualquer exame é necessário o deslocamento para as cidades maiores, como Breves e Belém, trajetos de até 12 horas de navegação. A assistência médica e social levada por nós busca minimizar as necessidades destes ribeirinhos”, revela.

Prótese e a alegria de andar

Hoje com 11 anos, o menino Jhonildo dos Santos, tinha sete anos de idade quando foi atendido pela primeira vez pelos médicos da Missão Amazônia. Ele não conseguia andar desde os dois anos de idade devido a um encurtamento na perna esquerda, por conta de uma fratura na tíbia e fíbula, além de uma lesão na fise, o que faz com que ele tenha a perna esquerda menor que a da direita, como também um movimento a mais na articulação. Jhonildo recebeu uma Ortoprótese em sua casa, na cidade de Bagre, no Estado do Pará e reaprendeu a andar.

 Jhonildo dos Santos, de 11 anos, foi atendido pelos médicos da Missão Amazônica. O menino, que não conseguia andar, ganhou uma ortoprótese que transformou a vida dele
Jhonildo dos Santos, de 11 anos, foi atendido pelos médicos da Missão Amazônia. O menino, que não conseguia andar, ganhou uma ortoprótese que transformou a vida dele. Crédito: Maranata/Divulgação

Música, Libras e Deus

Os membros da Igreja Cristã Maranata são estimulados ainda a participar de oficinas, cursos e treinamentos voltados a ajudar o próximo. Um exemplo são as ações voltadas para o ensino de Língua Brasileira de Sinais (Libras), que acabou tornando-se uma verdadeira ferramenta de inclusão social. Os membros da Igreja, após aprender a linguagem, transformam-se em multiplicadores, ensinando novas pessoas.

Esses multiplicadores atuam também na Missão Amazônia. Um grupo de intérpretes de Libras segue como parte da equipe com o objetivo de realizar um trabalho de inclusão. Ao desembarcar em cada cidade ou comunidade ribeirinha, os intérpretes se deslocam para a identificação da existência de surdos e seus endereços. Muitas vezes em locais de difícil acesso, essas pessoas são localizadas e assistidas, seja para o acompanhamento para as consultas médicas, seja para as ações socioeducativas e espirituais.

É nesse contato direto com seres humanos necessitados que o próprio Deus se manifesta por meio do cuidado
É nesse contato direto com seres humanos necessitados que o próprio Deus se manifesta por meio do cuidado. Crédito: Maranata/Divulgação

O mesmo acontece com a musicalização que, desde cedo, já faz parte das famílias que frequentam os cultos da Igreja Cristã Maranata. Por meio da música, os fiéis acabam repassando o que aprenderam aos jovens mais carentes, que têm, dessa forma, uma chance de mergulhar no mundo maravilhoso da música de Deus.

Evangelização

Enquanto o trabalho social acontece, são realizadas ações de evangelização nas ruas e praças e, à noite, cultos especiais nas igrejas e ginásios dos municípios, com o objetivo de anunciar o Evangelho e a Salvação em Jesus Cristo e com resultados, tanto no aspecto humano e social, como também espiritual da população.

Milhares de edições de literatura bíblica, como o folheto “Uma Palavra de Esperança para o seu Coração” e Novos Testamentos são distribuídos gratuitamente em cada edição da Missão. É notória a carência da alma e o desejo de não apenas conhecer a Palavra de Deus, mas viver seus preceitos e doutrinas.

Ações da Missão Amazônica contabilizam mais de 16 mil unidades de medicamentos distribuídos gratuitamente
Ações da Missão Amazônia contabilizam mais de 16 mil unidades de medicamentos distribuídos gratuitamente. Crédito: Maranata/Divulgação

Missão no exterior

A atuação social cristã dos membros da Igreja Maranata não se limita ao Brasil. Que o digam as 250 pessoas que foram assistidas no Hospital Regional de Ciudad Del Lest, no Paraguai.

“Quando estou doente, cura ele dá, quando estou triste, a paz vem reinar.” Foi com a melodia desse louvor, “Jesus cura e salva”, entre outros da coletânea das crianças da Igreja Cristã Maranata, que aconteceu a evangelização, ali mesmo, nos corredores da unidade hospitalar.

A inciativa é dos estudantes da Universidade de Medicina do Paraguai, membros da ICM, que participaram de um evento interdisciplinar nesse hospital. Esses alunos, então, pediram autorização aos professores e direção do hospital para realizarem uma assistência aos pacientes, com a coordenação do pastor Waldeci Soares Jardim.

Foram realizadas serenatas nas salas de internação, salas de espera, alas pediátrica e materno infantil, acompanhadas por oração e súplicas a Deus pela saúde dos pacientes.

“Muitos foram assistidos. Ao entoarmos os louvores, as pessoas iam se quebrantando e pediam oração”, contou o jovem da ICM, Júlio Cézar de Oliveira Roberto. Na ala pediátrica, as crianças internadas ficaram alegres e calmas com os louvores, e as mães foram confortadas pelas orações.

Amazônia Igreja Evangélica Igreja solidariedade

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.