ASSINE

Alunos da Ufes querem transformar plástico reciclado em próteses e dentaduras

O projeto começou em setembro de 2018 e o resultado final deve chegar em três anos, com a construção de próteses e dentaduras, a partir do reaproveitamento do plástico

Publicado em 06/11/2019 às 12h37
Ufes de Jerônimo Monteiro quer transformar plástico em biomassa e biocombustíveis. Crédito: TV Gazeta Sul
Ufes de Jerônimo Monteiro quer transformar plástico em biomassa e biocombustíveis. Crédito: TV Gazeta Sul

Uma turma da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) de Jerônimo Monteiro, no Sul do Estado, está desenvolvendo um projeto que promete gerar bons resultados dentro de três anos. A pesquisa quer transformar plástico em biomassa para construção de próteses e dentaduras.

O projeto começou em setembro de 2018 e o objetivo é aproveitar o plástico, que antes era descartado no lixo, como matéria-prima para alguns produtos ou como combustível, acrescentando resíduos de madeira.

Além da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) que apoia a pesquisa, o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Biomateriais (CNPEM) e o Cirad, que é um organismo francês de pesquisa agronômica e de cooperação internacional para o desenvolvimento sustentável das regiões tropicais e mediterrâneas, acompanham o projeto.

TESTES

No momento, os alunos trabalham com testes para aprimorar os resultados. A Fabíola Martins, estudante da Ufes, está responsável por condensar um material que seja biodegradável e possa ser utilizado em próteses.

“O que gente pode enxergar, por exemplo, é a construção de prótese dentária, e quem sabe, futuramente, com mais estudos e mais pesquisadores nos ajudando, possamos de fato substituir o plástico e fazer um material rentável", diz. 

O aluno Gabriel Zuqui trabalha para conseguir um biocombustível, a partir da utilização do plástico. “Meu projeto é conseguir produzir combustível através do líquido pirolenhoso, que é um produto que a gente pode obter do processo do carvão vegetal. Ele tem substâncias que nos interessa, como o metanol. Tenho que tentar extrair o metanol do líquido pirolenhoso para inserir na cadeia de produção do biodiesel", afirma.

Ananias Dias Júnior

Professor que coordena o trabalho com os alunos

"O intuito é pegar esses materiais que vão impactar negativamente o meio ambiente, retirar e trazer para um novo sistema, dando novas finalidades. Queremos fazer com que problemas práticos possam compor parte da pesquisa básica e da pesquisa aplicada para melhorar a vida do nosso povo brasileiro."
ufes Jerônimo Monteiro es sul

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.