ASSINE

Segundo trecho da avenida Leitão da Silva é aberto para veículos

Agora, veículos podem seguir desde a rua Dona Maria Rosa até a avenida Robert Kennedy em três pistas

Publicado em 03/06/2019 às 20h17
O trecho da Avenida Leitão da Silva entre a rua das Palmeiras e a avenida Robert Kennedy, está liberado para o trânsito de veículos no sentido Beira-Mar. Crédito: José Carlos Schaeffer
O trecho da Avenida Leitão da Silva entre a rua das Palmeiras e a avenida Robert Kennedy, está liberado para o trânsito de veículos no sentido Beira-Mar. Crédito: José Carlos Schaeffer

O trecho da Avenida Leitão da Silva, no bairro Itararé, em Vitória, entre a rua das Palmeiras e a avenida Robert Kennedy, está liberado para o trânsito de veículos no sentido Beira-Mar. O espaço, que contém três faixas e já possui sinalização, foi aberto nesta segunda-feira (03). Como as intervenções na via ainda continuam, motoristas precisam ter atenção: a partir da avenida Robert Kennedy, o trânsito volta a ser realizado em uma faixa.

O canteiro e as calçadas deste trecho ainda passam por reformas. Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem do Espírito Santo (DER), a liberação do tráfego foi para garantir a fluidez no trânsito, e outras intervenções ainda serão realizadas para concluir o segmento. Este é o segundo trecho da Leitão da Silva a ser liberado para veículos: no mês de abril, a avenida já havia sido aberto entre a rua Dona Maria Rosa e a rua das Palmeiras.

O presidente da Associação das Empresas da Avenida Leitão da Silva e Imediações (Assemples), Wellington Gonçalves, afirma que o novo sistema adotado nas obras, de liberar trechos parcialmente, está sendo benéfico para o comércio local.

“É muito importante que seja feito dessa maneira. Faz um pedaço, libera. Não que resolva nosso problema. Mas, alivia aquele comerciante em que a obra está na frente do estabelecimento dele e fica com acesso restrito”, disse.

O trecho, que contém três faixas e já possui sinalização, foi aberto nesta segunda-feira (03). Crédito: José Carlos Schaeffer
O trecho, que contém três faixas e já possui sinalização, foi aberto nesta segunda-feira (03). Crédito: José Carlos Schaeffer

Desde 2014, quando tiveram início as obras na Avenida, mais de 40 lojas foram fechadas e 300 pessoas demitidas. Segundo Gonçalves, o cenário está mudando e, com o andamento das intervenções, novos empreendimentos estão sendo abertos na região, o que aumenta a expectativa para a conclusão das obras.

“Já existe uma campanha da ‘Nova Leitão’, como está sendo chamada a avenida. De dois meses para cá, estamos tendo novas aberturas de lojas, restaurantes, outlets. E agora, estamos esperando para os próximos meses a abertura de um grande centro médico, que vai fomentar bastante o comércio da região”, explicou.

O DER informou que em relação as obras de toda a avenida, ainda serão realizadas intervenções de drenagem e sinalização, com previsão de término para novembro deste ano.

A Gazeta integra o

Saiba mais
cbn reportagens cbn vitoria

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.