ASSINE

Secretário de Governo detalha medidas da quarentena ampliada no ES

Em entrevista à CBN Vitória, o secretário de Estado de Governo, Gilson Daniel, detalha as ações mais restritivas tomadas para enfrentar o avanço da Covid-19 no território capixaba

Publicado em 26/03/2021 às 10h08
Prefeito de Viana entre 2013-2020
Secretário de Estado de Governo, Gilson Daniel. Crédito: Reprodução/Redes Sociais

A quarentena foi ampliada no Espírito Santo. A medida, que inicialmente terminaria no dia 31 de março, foi estendida até o Domingo de Páscoa (4). A decisão foi anunciada pelo governador Renato Casagrande na tarde desta quinta-feira (25). Também foi determinada uma série de novas restrições, como a redução do número de atividades consideradas essenciais e a suspensão da circulação do transporte público.

Em entrevista à CBN Vitória, o secretário de Estado de Governo, Gilson Daniel, detalha as ações mais restritivas tomadas para enfrentar o avanço da Covid-19 no território capixaba. Ouça a entrevista na íntegra:

Entre as novas medidas anunciadas que serão válidas a partir deste domingo (28), estão: a mudança na classificação dos serviços e atividades essenciais que podem funcionar, além da suspensão do transporte coletivo (metropolitano, intermunicipal, interestadual e municipal) em todo território capixaba.

Serão retirados do rol de atividades e serviços considerados como essenciais, portanto, fica suspenso o funcionamento dos seguintes estabelecimentos: comércio atacadista; lojas de material de construção civil; casas de peças e oficinas de reparação de veículos automotores; comercialização de produtos e serviços de cuidados animais (permitido o funcionamento de clínicas médicas veterinárias e comercialização de alimentos); agências bancárias (permitindo o atendimento presencial para recebimento de benefícios) e instituições financeiras de fomento econômico; casas lotéricas; e atividade de pesca de lazer no mar (permitida a pesca comercial).

Foi retirada também a permissão para o atendimento presencial em concessionárias prestadoras de serviços públicos.

Também foi anunciada a suspensão do transporte coletivo em todo o Espírito Santo a partir deste domingo (28) até o dia 4 de abril, como medida restritiva adicional visando o enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid-19). A medida vai atingir 100% dos coletivos do serviço metropolitano (Sistema Transcol), rodoviário (intermunicipal e interestadual) e os municipais nas cidades que possuem o serviço. O transporte férreo de passageiros também ficará suspenso neste período. Uma parte da frota do Sistema Transcol será disponibilizada para dar apoio aos serviços de saúde para o transporte exclusivo dos profissionais de saúde.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Governo do ES Covid-19 cbn vitoria Gilson Daniel Pandemia Quarentena no es

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.