ASSINE
Ponto da ES 010, em frente ao Sesc de Praia Formosa, no litoral de Aracruz, onde o asfalto sai de cena e dá lugar aos blocos
Ponto da ES 010, em frente ao Sesc de Praia Formosa, no litoral de Aracruz, onde o asfalto sai de cena e dá lugar aos blocos. Crédito: Vitor Jubini

O misterioso trecho sem asfalto da rodovia ES 010 em Aracruz

Com reforma da via, discussão em relação ao pedaço de cerca de 1 km não asfaltado, em frente ao Sesc de Praia Formosa, voltou à tona. A Gazeta cobrou explicações sobre ao impasse de anos

Tempo de leitura: 7min
Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 07/04/2022 às 08h49

Quem viaja da Grande Vitória em direção ao Norte do Espírito Santo, seguindo pelo litoral capixaba, encontra uma ES 010 pavimentada, com trechos duplicados e outros em mão simples. Essa característica pode ser observada do início da rodovia estadual, na altura do bairro Jardim Limoeiro, na Serra, na junção com a BR 101, até a região do Centro de Turismo e Lazer de Praia Formosa, mais conhecido como o Sesc de Santa Cruz, em Aracruz. Neste pedacinho de cerca de um quilômetro de extensão já fora do município serrano, o asfalto sai de cena e dá lugar aos paralelepípedos. Mas por quê?

Antes da explicação, saiba que não se trata de um fato novo. São décadas de solavancos e questionamentos de motoristas que trafegam na região sobre o motivo para o trecho da via em Aracruz entre o Castelinho (de fachada) e a ponte sobre o Rio Laranjeiras não ter o pavimento asfáltico — o único pedaço da ES 010 permanentemente não asfaltado desde o início da rodovia, na saída da BR 101, na Serra. 

265 quilômetros

É a distância da ES 010 da Serra até Itaúnas, em Conceição da Barra, seguindo pelo litoral

Para se ter uma ideia do período envolvido, o Sesc de Praia Formosa foi inaugurado em 1977 e o trecho da estrada que percorre toda a extensão do local nunca contou com asfalto, já tendo sido de chão batido antes dos atuais blocos de pedra.

MOVIMENTO INTENSO E DRENAGEM

No Espírito Santo, todas as estradas estaduais (as que são iniciadas com ES seguida de um número) são de competência do Departamento de Edificações e de Rodovias do Estado do Espírito Santo (DER-ES). Portanto, é do órgão a responsabilidade pela via com 265 km de extensão, que conecta a Grande Vitória até a Vila de Itaúnas, em Conceição da Barra — inclusive pelo trechinho aracruzense.

A discussão sobre os motivos do trecho não ser asfaltado voltou à tona porque uma grande reforma na rodovia foi iniciada e já restaurou uma boa parte da rodovia entre Jacaraípe e Nova Almeida, na Serra.

A insatisfação é tanta que um abaixo-assinado virtual foi criado no intuito de pressionar os responsáveis para que o pedacinho da ES 010 seja asfaltado. Atualmente, o local encontra-se com blocos soltos, muitos buracos e oferece riscos a motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres.

Em resposta à reportagem de A Gazeta, o DER-ES informou, por nota, que o trecho será reformado, mas a expectativa pelo asfaltamento mais uma vez não deve ser concretizada por questões de segurança e também de drenagem.

"Toda a extensão da rodovia ES 010, que liga a Capital ao extremo Norte do Estado, está sendo contemplada com um extenso projeto de recuperação e revitalização e que nos próximos meses devem ser licitadas as obras que contemplam o referido trecho em Aracruz. A previsão é de que os serviços comecem ainda neste ano. O DER-ES informa ainda que o local deve continuar com pavimentação com bloco de concreto do tipo 'Pavi-S' a fim de garantir a segurança e devido a questões de drenagem", disse o órgão, em nota.

Aracruz
Sesc de Praia Formosa foi inaugurado no fim da década de 70 e o trecho da ES 010 nunca foi asfaltado. Crédito: Vitor Jubini

O DER-ES detalhou ainda que a intervenção no trecho incluirá a demolição do pavimento (blocos de pedra) e a reconstrução de nova estrutura com qualidade muito superior à existente. O processo irá incluir uma nova camada de sub-base, base, colchão de areia e revestimento poliédrico. Devido à deficiência na drenagem, foi projetado um canal no seguimento. Ainda segundo o órgão, este trechinho apresenta características de solo que dificultam o escoamento da água caso ocorro o asfaltamento.

"A geometria consolidada do local dificulta a drenagem das águas pluviais. A pavimentação em bloco facilita a mesma e evita problemas estruturais no pavimento. A execução em revestimento poliédrico visa possibilitar melhor condição de drenagem e a segurança dos pedestres que utilizam o Sesc, já que o pavimento poliédrico induz a redução da velocidade dos motoristas", cita o DER-ES.

FOI, MAS NÃO É MAIS...

De fato o local é de intensa movimentação, visto que o Sesc de Praia Formosa recebe excursões, turistas, hóspedes e banhistas, além do fluxo natural de veículos pesados devido à proximidade do trecho com o Estaleiro JurongPortocel e a fábrica de celulose Suzano, que movimentam um grande contingente de funcionários e cargas. Entretanto, a precária conservação atual da ES 010 em frente ao Centro de Turismo potencializa os riscos de acidentes.

Entre as muitas histórias contadas para o trecho ser de blocos em pleno 2022, uma aponta que o Sesc desejaria o pedaço da rodovia assim para que os automóveis trafeguem em menor velocidade, garantindo mais segurança aos usuários durante a travessia, mas o próprio esclareceu que essa versão não procede.

Aracruz
Por toda a extensão de cerca de 1 km da ES 010, o pavimento é irregular e com buracos, provocando solavancos e vibração nos veículos. Crédito: Vitor Jubini

Segundo o Sesc, "a alegação do DER, na ocasião, foi a de que, com o calçamento de paralelepípedos, feito pelo Sesc defronte sua unidade, ficava menos perigoso para os banhistas que atravessavam a pista. E essa é a alegação até os dias de hoje", destacou a assessoria do Serviço Social do Comércio.

O Sesc também alegou já ter participado de discussões e reuniões com o DER-ES e disse que pleiteia o asfaltamento do trecho, visto a necessidade de modernização. Na resposta à reportagem, o Serviço Social do Comércio ainda aponta que recebeu uma sinalização positiva do Departamento de Edificações para o serviço.

"O Sesc AR/ES, já se reuniu com o DER-ES e, nesta reunião, o DER-ES se comprometeu levar o asfalto à unidade do Sesc. Sempre foi do interesse do Sesc AR/ES que o trecho fosse pavimentado", complementou.

O trechinho de 1 km sem asfalto da ES 010 em Aracruz

Aracruz
Além da troca do pavimento, a região será modernizada pela Prefeitura de Aracruz e ganhará nova urbanização e infraestrutura . Vitor Jubini
Aracruz
O Sesc de Praia Formosa foi inaugurado no fim da década de 70 e o trecho da ES 010 nunca foi asfaltado. Vitor Jubini
Aracruz
Uma das explicações para não ter asfalto no trecho é a intensa circulação de pessoas nas imediações do Sesc, além de problemas em relação a drenagem na ES 010. Vitor Jubini
Aracruz
O tráfego de veículos pesados no trecho é intenso devido aos empreendimentos existentes na região, que conta com fábricas de celulose, portos e um estaleiro. Vitor Jubini
Aracruz
Na previsão do DER, o pavimento atual será substituído, mas não será desta vez que o trecho será asfaltado. Vitor Jubini
Aracruz
Por praticamente toda a extensão de cerca de 1 km, o piso é irregular e com buracos, o que provoca solavancos e vibração nos veículos. Vitor Jubini
Aracruz
Além do Parque Aquático, a região da Praia Formosa é muito procurada por turistas e banhistas devido à beleza da região. Vitor Jubini
Aracruz
A ES 010 é a principal rodovia que liga a Grande Vitória ao Norte do Estado passando pelo litoral capixaba. Vitor Junini
Aracruz
O trecho sem asfalto se prolonga por toda a área em frente ao Sesc de Praia Formosa, no litoral de Aracruz. Vitor Jubini
Aracruz
Os carros precisam passar em baixa velocidade no trecho, pois o risco de danos aos veículos é grande. Vitor Jubini
Os carros precisam passar em baixa velocidade no trecho, pois o risco de danos aos veículos é grande
Os carros precisam passar em baixa velocidade no trecho, pois o risco de danos aos veículos é grande
Os carros precisam passar em baixa velocidade no trecho, pois o risco de danos aos veículos é grande
Os carros precisam passar em baixa velocidade no trecho, pois o risco de danos aos veículos é grande
Os carros precisam passar em baixa velocidade no trecho, pois o risco de danos aos veículos é grande
Os carros precisam passar em baixa velocidade no trecho, pois o risco de danos aos veículos é grande
Os carros precisam passar em baixa velocidade no trecho, pois o risco de danos aos veículos é grande
Os carros precisam passar em baixa velocidade no trecho, pois o risco de danos aos veículos é grande
Os carros precisam passar em baixa velocidade no trecho, pois o risco de danos aos veículos é grande
Os carros precisam passar em baixa velocidade no trecho, pois o risco de danos aos veículos é grande

Enquanto a intervenção de maior porte não é iniciada, por ora o que deve ser feito no trechinho é um paliativo. O DER-ES comunicou que vai enviar, em breve, uma equipe de conservação para avaliar e tomar as providências necessárias. O órgão orienta ainda que é importante ter cautela ao trafegar em qualquer trecho, principalmente os que não têm asfalto.

PREFEITURA DE ARACRUZ

Sendo um assunto de interesse e por se tratar de uma região de importância turística ao município, a Prefeitura de Aracruz acompanha a situação e também se empenha em melhorar o cenário.

A administração aracruzense informou que já existe um projeto de revitalização da ES 010 desenvolvido pela Secretaria de Obras e Infraestrutura (Semob), e disse que vai complementar a intervenção que será feita pelo DER-ES no trecho em frente ao Sesc. A prefeitura comunicou ainda que a região também receberá melhorias na urbanização, visto a pouca estrutura ao turista encontrada na área.

Aracruz
Trecho sem asfalto se prolonga por toda a área em frente ao Sesc de Praia Formosa, no litoral de Aracruz. Crédito: Vitor Jubini

"A Semob informa que está elaborando um estudo que visa melhorias urbanísticas para a área localizada em frente ao SESC, que é de responsabilidade do município, com arborização, áreas de passeios, estacionamentos com acesso à praia, entre outros. Toda e qualquer ação nesse espaço só será iniciada após a conclusão do estudo e elaboração do projeto, bem como a finalização das obras, que são de responsabilidade do DER/Governo do Estado — a expectativa é de que o trecho receba as melhorias ainda neste ano", disse.

Em relação à reforma da ES 010, a secretaria municipal disse que se trata de uma obra inserida no Programa de Eficiência Logística do Espírito Santo, parcialmente financiada pelo Banco Interamericano de desenvolvimento (BID ). 

A Gazeta integra o

Saiba mais
Aracruz Governo do ES DER-ES estradas Sesc

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.