ASSINE

Covid-19: Casagrande anuncia novo mapa de risco para o ES

Governador do Espírito Santo fez um pronunciamento nesta sexta-feira (23) e divulgou o novo mapa de risco; veja os destaques

Publicado em 23/04/2021 às 18h58
Atualizado em 23/04/2021 às 19h34

19:31

Fim do pronunciamento

Depois de aproximadamente 30 minutos, o governador Renato Casagrande encerra o pronunciamento desta sexta-feira (22). "Estamos em uma curva descendente da terceira onda, mas se a gente não tomar cuidados, ela pode deixar de cair. Peço que continuem nos ajudando", conclui.


19:30

Bancos podem funcionar no risco alto

De acordo com o governador Renato Casagrande, os bancos poderão funcionar nos municípios de risco alto, a partir da próxima segunda-feira (26).


19:29

Veja as alterações no transporte coletivo

"No sábado que vem (dia 1º de maio), o transporte passa a funcionar na Região Metropolitana. As viagens intermunicipais e interestaduais poderão funcionar com até 75% da capacidade", adianta Casagrande.


19:27

Risco alto: mudança para restaurantes

"Em relação a restaurante, no risco alto, está autorizado a funcionar das 10h às 20h, de segunda-feira a sexta-feira. No sábado, das 10h às 16h", diz Casagrande.


19:26

Risco alto: atividades abertas de segunda a sábado

"Nós fizemos uma mudança pontual nas medidas qualificadas do risco alto. No risco extremo, continua com três dias de funcionamento. No risco alto, as atividades podem funcionar de segunda-feira a sábado. Em dias úteis, das 10h às 18h. Nos sábados, das 10h às 16h. O shopping funciona de 12h as 20h em dias úteis e, no sábado, de 12h as 16h", anuncia Casagrande.


19:22

Novo mapa de risco do ES

O novo mapa de risco do Espírito Santo tem cinco municípios em risco extremo, 50 no risco alto e 23 no risco moderado. O mapa vale a partir da próxima segunda-feira (26). A Grande Vitória passou do risco extremo para o risco alto.

52º Mapa de risco de convivência com a pandemia no ES
52º Mapa de risco de . Crédito: Divulgação/Governo do ES

19:21

Média de óbitos já apresenta redução

"O óbito é o último indicador que cede. Mas a média de 14 dias já cedeu pela primeira vez. Na semana epidemiológica passada estava em 62, e agora está em 60. Cada vida que se perde é uma pessoa em luto. A gente precisa continuar lutando para ir a zero. Nos óbitos por semana, na 11ª (quando começou a quarentena), tínhamos 248. Chegou a 490. Mas vamos ter queda por duas semanas", informa Casagrande.

Gráfico mostra os óbitos causados pelo novo coronavírus registrados a cada semana epidemiológica no ES
Gráfico mostra os óbitos causados pelo novo coronavírus registrados a cada semana epidemiológica no ES. Crédito: Divulgação | Governo do Espírito Santo

19:19

Casagrande: "ano de gestão da pandemia"

"A ocupação dos leitos de UTI ainda é alta. Não dá para comemorar, mas temos que celebrar as pequenas vitórias, para ter forças para continuar. Vai ser um ano todo de gestão da pandemia", afirma o governador.


19:18

Casagrande: "sem quarentena, pessoas teriam morrido sem atendimento"

"Já há uma demanda menor por UTI. A tendência é manter a redução na ocupação de leitos. Mas ainda está alta. Pela primeira vez, fechamos a semana abaixo de 90% da ocupação de leitos. Mas abrimos mais de 2 mil leitos, de UTI e enfermaria. Demos conta. Se não tivéssemos tomado a decisão da quarentena, teríamos visto pessoas morrerem sem atendimento", defende o governador.


19:16

Casos confirmados e ativos também em queda

"Na semana número 11 (uma antes de começar a quarentena), nós tínhamos 14.745 casos confirmados. Chegamos a mais de 16 mil. Estamos fechando esta semana com 5.284. Quase 10 mil casos a menos. Chegamos a quase 18 mil casos ativos e vamos fechar essa semana com 10 a 11 mil", divulga Casagrande.

Gráfico mostra o comparativo no número de casos ativos de Covid-19 a cada semana epidemiológica no ES
Gráfico mostra o comparativo no número de casos ativos de Covid-19 a cada semana epidemiológica no ES. Crédito: Divulgação | Governo do Espírito Santo

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.