ASSINE

Fafi retoma aulas dos cursos e oficinas de Música e Dança de forma remota

Decisão atinge cerca de 400 alunos matriculados nos cursos Básico e Técnico em Dança e nas oficinas de Dança e Música

Publicado em 23/03/2021 às 11h04
Atualizado em 23/03/2021 às 11h04
Escola Técnica Municipal de Teatro, Dança e Música Fafi
Escola Técnica Municipal de Teatro, Dança e Música Fafi. Crédito: Leonardo Silveira/PMV

A Escola Técnica Municipal de Teatro, Dança e Música (FAFI) optou por não adiar sua volta às atividades. Previstas para iniciarem nesta segunda-feira (22), as aulas foram mantidas, mas de maneira on-line devido ao decreto do Governo do Estado, que desde o último dia 18 estabeleceu o período de quarentena em todo o Espírito Santo até o próximo dia 31 de março.

A medida da instituição visa o não prejuízo coletivo do aprendizado, a continuidade das ações e metas pré-estabelecidas pela diretriz da FAFI e também o fortalecimento dos vínculos afetivos com a escola mesmo com os alunos à distância. “Vamos contar muito com o apoio das famílias nesse processo. Essa ajuda é essencial para o bom aproveitamento dos cursos de forma disciplinada e contínua. A formação cultural do cidadão não pode parar”, avalia a gerente da instituição, Zila Nascimento.

Segundo a Prefeitura de Vitória, a decisão afeta cerca de 400 alunos matriculados nos cursos Básico e Técnico em Dança e nas oficinas de Dança e Música. "Os instrutores estarão atendendo através de diferentes plataformas digitais. Serão aulas on-line de uma hora e meia a até duas horas de duração via Google Meet e também grupos de WhatsApp", detalhou Zila.

As aulas são realizadas nos mesmos dias e horários das presenciais. “Nossa expectativa é que haja o mesmo entusiasmo e empenho, apresentado nas aulas presenciais, por parte dos alunos nesse formato virtual, que também está a cada dia mais comum”, completou a gerente.

Este vídeo pode te interessar

*Com informações da Prefeitura de Vitória

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.