ASSINE

Ex-assessor de Geddel é nomeado chefe de gabinete do Iphan

Em 2016, o então ministro da Cultura, Marcelo Calero, acusou Geddel de pressionar o órgão a liberar a construção de um edifício em área histórica de Salvador

Publicado em 28/05/2020 às 16h02
Atualizado em 28/05/2020 às 17h19
STF condena o ex-ministro Geddel a 14 anos de prisão
STF condenou o ex-ministro Geddel a 14 anos de prisão. Crédito: Valter Campanato/Agência Brasil

O Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, nomeou Marco Antonio Ferreira Delgado, ex-assessor do gabinete do ex-ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo), para ocupar o cargo de chefe de gabinete do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

A nomeação foi publicada em Diário Oficial nesta quinta (28).

Em 2016, o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero deixou o ministério denunciando pressões políticas sobre o Iphan. Ele acusou Geddel de pressionar o órgão a liberar a construção de um edifício em área histórica de Salvador.​

Em março deste ano, a Justiça Federal em Brasília condenou Geddel à perda de função pública e à suspensão de seus direitos políticos por cinco anos. A decisão se deu em ação civil de improbidade administrativa.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Brasil Brasília (DF) brasil cultura Marcelo Álvaro Antônio Ministério do Turismo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.