ASSINE

Eunuco de Faraó: música escrita por pedreiro vira meme após post de Portiolli

Arnaldo Junior disse ao Extra que se surpreendeu com a viralização da paródia

Publicado em 17/09/2021 às 11h55
Celso Portiolli dublou a paródia
Celso Portiolli dublou a paródia "Eunuco do Faraó", meme que viralizou no TikTok. Crédito: Reprodução/TikTok

Mais uma música lnaçada há anos e que não teve repercussão atinge o sucesso nos dias atuais. Depois de "Undererê", canção de Inês Brasil apresentada em 2016, é a vez de "Eunuco do Faraó" ganhar as redes sociais, especialmente o TikTok.

A música viralizou em diversos vídeos e, de uns dias para cá, ganhou ainda mais potência ao aparecer numa postagem de Celso Portiolli. Na verdade, por conta da cacofonia do título ela ganhou uma paródia de duplo sentido e virou meme.

O dono da canção gospel, o pedreiro Arnaldo Junior, disse ao Extra que a música já tem oito anos e que se assustou com a repercussão. "Eu não entendi as pessoas comentando sobre a música. Nem sabia que tinha uma paródia e que estavam compartilhando vídeos com ela", disse Arnaldo ao saber sobre o meme pelo Extra.

Arnaldo Junior, o compositor de
Arnaldo Junior, o compositor de "Eunuco de Faraó". Crédito: Reprodução / Instagram

Sobre a nova versão, ele solta: "Nossa, como canta feio. Esse rapaz estragou a minha música". O pedreiro ainda lembra que o refrão não é "Eunuco do Faraó" como na versão de sucesso, mas sim "Ele não estava só, ele não estava só".

Fiel da igreja Assembleia de Deus na pequena cidade de Matupá, no Mato Grosso, ele viu seu canal no YouTube saltar de 30 inscritos para 600 e mais de 200 mil visualizações no vídeo da canção, de acordo com a publicação.

Segundo Arnaldo, ele nunca cantou a música na igreja e tinha os planos de lançar um disco, mas nunca teve recursos. Com a repercussão, ele espera que renda algum dinheiro para realizar o sonho.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.