ASSINE

Estátua histórica de Chico Prego, na Serra, é restaurada por R$ 14 mil

Após os trabalhos de recuperação e revitalização, imagem do mártir da Insurreição de Queimado ficará com cerca de 6 metros de altura

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 04/05/2021 às 12h49
A estátua de Chico Prego fica na Praça Almirante Tamandaré, na Serra
A estátua de Chico Prego fica na Praça Almirante Tamandaré, na Serra. Crédito: Everton Nunes/Prefeitura da Serra

A estátua de Chico Prego, na Praça Almirante Tamandaré, na Serra, ficará de cara nova até o dia 20 deste mês. Com avarias em alguns detalhes, a escultura está sendo restaurada desde o último sábado (1). A expectativa é que a imagem, que foi feita em 2006 com concreto tratado, seja toda recuperada e ainda ganhe uma espécie de pedestal para deixá-la mais alta. 

Para isso, uma pedra ornamental foi colocada na base da escultura, o que fará o ponto turístico ficar com aproximadamente 6 metros de altura, como conta o secretário de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer da Serra, Thiago Carreiro. Ao todo, foram gastos R$ 14,3 mil com as obras.

“Os dedos da estátua e alguns outros detalhes estavam danificados e dentro de uns 15 dias já deve estar tudo pronto. A elevação da escultura também é um ponto positivo dessa obra, porque o ponto terá mais destaque para quem passa pelo local a partir de agora. Todo o dinheiro que pagou o artista que fez essa revitalização veio da Lei Aldir Blanc e foi repassado no fim do ano passado. Até por isso, a obra, propriamente dita, já está em fase final”, pontua.

O artista plástico que venceu o edital da Aldir Blanc para realizar a reforma foi o mesmo que criou a escultura, lá em 2006, desde quando ela enfeita a praça da cidade. Tute, artista responsável pela obra, se disse muito feliz em poder participar do projeto. “Principalmente porque vamos conseguir colocar ela na pedra, como constava na origem. A estátua estava precisando desse restauro em virtude da ação do tempo. O projeto é muito importante”, destacou em fala so site da Prefeitura da Serra.

O secretário não só reconhece a importância de quem a imagem representa – Chico Prego – como exalta o trabalho geral dos artesãos da Serra. “O Chico Prego foi um herói nacional, acho que todo mundo concorda com isso. E ter essa imagem que o representa é superimportante para nós e para a comunidade. E ter sido um artista autodidata que tanto o confeccionou quanto o está restaurando agora é de uma representatividade absurda. Ficamos muito felizes e estamos contentes com o que esperamos do resultado dessa mudança na estátua”, finaliza.

QUEM FOI CHICO PREGO?

Chico Prego é um dos principais personagens da Insurreição de Queimado, uma das maiores revoltas contra a escravidão que aconteceu no Espírito Santo, em 1849.

No mesmo ano, o Frei Gregório José da Maria Bene tinha prometido alforria (liberdade) aos escravizados que construíssem uma igreja na comunidade de São José do Queimado, onde até hoje existe o Sítio Histórico de Queimado.

Só que mesmo ao fim das obras, os escravos continuaram sem a liberdade concedida e, então, os 300 homens e mulheres que trabalharam no local decidiram se rebelar. Assim começou a Insurreição de Queimado, liderada por Chico Prego, João da Viúva e Eliziário Rangel.

Thiago Carreiro

Secretário de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer da Serra

"A estátua de Chico Prego representa bem os heróis de Queimado, uma história rica que merece ser contada e que criou heróis, como ele próprio, que são motivo de orgulho, sobretudo, para quem é e mora na Serra "

Na ocasião, até tropas do Rio de Janeiro tiveram que ser enviadas ao Espírito Santo para conter a revolta tamanha sua proporção. Ao final, os rebelados foram presos e julgados. Chico Prego, especificamente, foi condenado e enforcado em 11 de janeiro de 1850.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.