Cariacica quer lançar edital da Lei João Bananeira até junho deste ano

Segundo a secretária Nina Santos, a Cultura contará com orçamento total de R$ 2.792.337,00 em 2021 e pretende investir cerca de R$ 400 mil na João Bananeira. Entre os projetos para o ano, está ainda a revitalização do Centro Histórico Eduartino Silva

Vitória
Publicado em 26/01/2021 às 14h28
Atualizado em 26/01/2021 às 14h32
A cultura de Cariacica terá um orçamento de R$ 2.792.337,00 em 2021
A cultura de Cariacica terá um orçamento de R$ 2.792.337,00 em 2021. Crédito: Divulgação PMC/Lucas Calazans

Após divulgar uma Mostra Culturalcom lives musicais gratuitas que contam com participação de artistas do município contemplados pela Lei Aldir Blanc e que terão início em 26 de fevereiro, Cariacica também definiu parte do planejamento para a Cultura em 2021. 

A pasta, que na nova administração do município ficará sob a gerência de Nina Santos, contará com um orçamento total de R$ 2.792.337,00 e pretende investir cerca de R$ 400 mil na Lei João Bananeira, única lei de incentivo cultural do Estado que não foi interrompida por conta de mudanças nas gestões administrativas.

Em conversa com o Divirta-se, de A Gazeta, Nina afirmou que pretende lançar um edital de chamamento ainda neste primeiro semestre, até junho. "Por conta da Covid-19, o edital do ano passado foi prorrogado até setembro. Para este ano, queremos manter a tradição de lançá-lo nos primeiros meses do ano", adianta a gestora, dizendo que, nas próximas semanas, vai se reunir com o Conselho Municipal de Cultura e com a classe artística de Cariacica para definir diretrizes e uma provável data.   

"A tendência é manter os parâmetros definidos pelo Conselho de Cultura, principalmente no que diz respeito aos segmentos culturais que serão contemplados", explica. 

A João Bananeira teve seu primeiro edital lançado em 2007 e injetou cerca de R$ 7 milhões na cultura da cidade.

Cariacica lança 12 editais para utilizar a verba recebida pela Lei Aldir Blanc
A cultura de Cariacica terá um orçamento de R$ 2.792.337,00 em 2021. Crédito: Monica Silvestre/Pexels

ALDIR BLANC

Cariacica recebeu da Lei Aldir Blanc o total de R$ 2.407.548,83. Desse montante, restou um saldo de cerca de R$ 400 mil. Nina Santos adiantou ter interesse que essa verba continue no município e seja repassada para a cultura. 

"Queremos propor um diálogo com a bancada do Espírito Santo em Brasília, no intuito de criar uma medida provisória para que essa verba seja revertida para nossos projetos culturais", adianta. 

Fachada do Centro Histórico Eduartino Silva, localizado no Centro de Cariacica
Fachada do Centro Histórico Eduartino Silva, localizado no Centro de Cariacica. Crédito: Lucas Calazans/Prefeitura de Cariacica

Entre outras metas para a cultura, está o restauro definitivo do Centro Histórico Eduartino Silva, localizado na sede do município. Hoje revitalizado, o espaço - que foi sede da prefeitura municipal - possui uma biblioteca comunitária, um telecentro e um espaço para pequenas apresentações artísticas no pavimento superior. O restauro total está orçado em R$ 900 mil, e conta com recursos já captados pela Secretaria Municipal de Cultura.

"O processo deve entrar em licitação nos próximos meses. A revitalização do centro é uma das prioridades para 2021", complementa a secretária. 

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.