ASSINE
Árbitro capixaba com maior número de atuações nacionais e internacionais, especializado em gestão esportiva,e que atuou em dez finais do Campeonato Capixaba, além de partidas das séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro.

VAR nos telões dos estádios? É o que projeto de lei defende

Proposta do do deputado federal Chiquinho Brazão, do Rio de Janeiro, pretende que as decisões tomadas nas cabines, em áudio e vídeo, sejam exibidas aos torcedores

Publicado em 19/08/2021 às 09h02
VAR
Atualmente as conversas entre a cabine do VAR e o jiz de campo são mantidas restritas à arbitragem e comissão da mesma. Crédito: CBF/Divulgação

O deputado federal do Rio de Janeiro, Chiquinho Brazão, é autor de um projeto de lei, já aprovado na comissão de esportes da Câmara Federal, que determina que os lances - imagens e áudios - da cabine do VAR sejam apresentados em tempo real nos telões dos estádios possuidores desse recurso para que o torcedor acompanhe toda a revisão da jogada em que o VAR for utilizado durante o jogo.

Segundo o parlamentar, o objetivo da lei é dar total transparência ao uso da ferramenta que, até então, não disponibiliza detalhes das conversas entre o árbitro e a cabine. A proposta foi bem recebida pelos árbitros, que não veem problemas na transparência das conversas, até porque esse é o papel da arbitragem: dar transparência, usar critérios iguais e fazer justiça ao resultado do jogo.

O problema está no fato da Associação Nacional de Árbitros de Futebol (ANAF) não ter sido convidada a participar das discussões do projeto de lei. Afinal, um assunto que diz respeito diretamente à categoria, deveria ouvi-la para que também pudesse contribuir no aperfeiçoamento da proposta. Não dá para falar de gestação sem ouvir as mulheres, assim como debater o VAR sem ouvir os árbitros. O projeto está seguindo a tramitação normal até chegar ao plenário para discussão e votação.

DEFINIÇÃO

Nessa semana a Comissão Nacional de Arbitragem da CBF divulgou a lista de árbitros que participarão da Semana Lista Fifa 2022, que acontece entre 16 e 20 de agosto, visando a formação do quadro internacional do próximo ano. Além dos dez árbitros que compõem o quadro brasileiro da Fifa atualmente, foram chamados mais quatro árbitros, sendo eles: Paulo Riberto Alvez Junior (PR), Sávio Pereira Sampaio (DF), Ramon Abatti Abel (SC) e Caio Max Vieira (RN). Como podemos ver, mais uma vez, nenhum árbitro capixaba foi relacionado para compor a elite da arbitragem brasileira.

VAR na segundona

A partir da próxima rodada, correspondente ao segundo turno, os jogos da Série B do Campeonato Brasileiro passam a contar com o recurso do VAR. A CBF, que vai arcar com todos os custos operacionais, já realizou treinamentos adicionais com mais árbitros para conseguir atender a quantidade de jogos, que passam para vinte por rodada somando com os dez jogos da série A, os quais já contam com recurso desde o início da competição. A esperança dos envolvidos na disputa da Série B é de que o VAR traga mais soluções do que problemas na reta final da competição.

CORNETADA DO DIA

A bola cheia vai para o veterano treinador Vanderlei Luxemburgo, que assumiu o comando do Cruzeiro e o time já está subindo na tabela com seis jogos sem perder desde que o Luxa chegou na Toca da Raposa.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.