ASSINE
Árbitro capixaba com maior número de atuações nacionais e internacionais, especializado em gestão esportiva,e que atuou em dez finais do Campeonato Capixaba, além de partidas das séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro.

Árbitro errou ao anular gol de Benzema na final da Liga dos Campeões

Uma interpretação equivocada que por pouco não comprometeu a final de um dos maiores e mais ricos campeonatos do mundo

Publicado em 30/05/2022 às 02h00
Benzema teve gol anulado na final da Liga dos Campeões
Benzema teve gol anulado na final da Liga dos Campeões. Crédito: Uefa/Divulgação

Na decisão da Liga dos Campeões da Europa entre Liverpool e Real Madrid, houve apenas um erro da arbitragem, que poderia ser determinante no resultado da final. No final do primeiro tempo, o artilheiro Benzema fez o gol, mas as linhas traçadas pelo VAR mostraram que ele estava adiantado, portanto, em posição de impedimento. O detalhe, porém, é que a bola veio tocada por um jogador adversário e, nesse caso, segundo a regra, não há infração de impedimento.

Uma interpretação equivocada que por pouco não comprometeu a final de um dos maiores e mais ricos campeonatos do mundo. No segundo tempo, o brasileiro Vinícius Júnior fez justiça no placar e acabou decidindo a grande final marcando o gol da vitória e do título do Real Madrid. 

CORITIBA ABUSOU DA CERA

Na derrota do Botafogo para o Coritiba por 1 a 0, apesar do jogo ter sido no Paraná, o time da casa praticou muito o antijogo, a famosa "cera". Parando demais o jogo para fazer o tempo passar, não foi devidamente punido pelo árbitro Bráulio Machado (SC). Isso quase causou uma grande confusão no final da partida quando o atacante Erison, do Botafogo, continuou jogando mesmo com o jogador adversário Matheus Alexandre se machucando na jogada, ignorando o fair play, certamente pelo fato do Coritiba ter praticado essa "cera" durante a partida.

Nesses casos, não basta dar acréscimo no final dos 45 minutos, mas, além disso, punir os jogadores com cartão amarelo para inibir a prática, o que o árbitro não fez. 

GABIGOL SEGUE INDISCIPLINADO 

No Fla-Flu, o personagem negativo da vitória do Flamengo por 2 a 1 sobre o Fluminense, apesar do gol que marcou, foi Gabigol. Ele continua muito indisciplinado. Reclamou o tempo todo do árbitro Raphael Claus, recebendo cartão amarelo, além de enfrentar o técnico Paulo Sousa ao ser chamado atenção por ele, e foi logo substituído. O destaque positivo ficou para o goleiro Hugo, que fechou o gol e garantiu a vitória rubro-negra.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Futebol Arbitragem

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.