ASSINE
Árbitro capixaba com maior número de atuações nacionais e internacionais, especializado em gestão esportiva,e que atuou em dez finais do Campeonato Capixaba, além de partidas das séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro.

Arbitragem seria um problema para a Superliga da Europa

Os árbitros europeus são ligados à Uefa e Fifa, que são entidades contrárias à competição

Publicado em 22/04/2021 às 02h00
apito
Arbitragem seria um problema para a Superliga da Europa. Crédito: Pixabay

A criação da Superliga da Europa, iniciativa tomada esta semana por doze grandes clubes do futebol europeu, e que está com jeito de blefe, acabou deixando em estado de guerra o maior centro futebolístico do mundo.

Milan, Arsenal, Atlético de Madrid, Chelsea, Barcelona, Inter de Milão, Juventus, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Real Madrid e Tottenham se uniram a investidores que falam em cifras acima de 4 bilhões de euros e estão desafiando a Uefa, federações nacionais e a FIFA, que já contra-atacaram com ameaças de desligamento dos clubes e afastamento de jogadores que disputarem a competição das seleções nacionais de seus países.

As coisas não são tão simples assim, pois um dos grandes problemas nessa guerra de interesses milionários é a arbitragem. Quem apitaria jogos de tamanha importância? Visto que os árbitros europeus são ligados à Uefa e Fifa, que são entidades contrárias a tudo isso e certamente não dariam autorização a seus árbitros para apitarem os jogos.

Sabemos que sem árbitro não tem jogo e essa pode ser uma grande oportunidade de valorização dos profissionais do apito que são decisivos para o sucesso de qualquer competição. Há especialistas em arbitragem, como o paraense Fernando Castro, que acreditam que isso não seria problema devido ao grande número de árbitros qualificados na faixa dos 45 anos espalhados por países europeus como Holanda, Reino Unido, República tcheca, Itália, que seriam acionados para conduzir os jogos.

Importante saber que esse movimento é muito importante e que os árbitros devem ficar atentos para se valorizarem neste debate que promete novos capítulos.

LIBERTADORES

No jogo de estreia de Flamengo e Vélez Sarsfield na Libertadores houve muito questionamento se no pênalti cometido sobre Gabigol o goleiro argentino não deveria ter sido expulso. A regra diz que numa falta em que o árbitro marca pênalti, se o lance for cometido na disputa de bola, como foi o caso, o infrator deve receber cartão amarelo, já que o clube já está sendo punido com a penalidade máxima e, na verdade, não teria impedido uma oportunidade clara de gol, visto que o pênalti é uma oportunidade clara de gol.

Portanto, o árbitro Wilmar Roldán, da Colômbia, acertou ao aplicar apenas o cartão amarelo, como também acertou ao expulsar com cartão vermelho direto o jogador Mancuello do Vélez ao atingir com um carrinho por trás no meio do campo o mesmo Gabigol numa falta dura.

OLIMPÍADA

Edna Alves
Edna Alves é reconhecida por especialistas como a melhor árbitra do futebol brasileiro. Crédito: Thiago Ribeiro/AGiF

Após ter sido a representante da arbitragem brasileira no Mundial de Clubes 2020, agora a árbitra paulista Edina Alves acaba de ser convocada para apitar na Olimpíada de Tóquio, em julho. Com essa nova convocação, deixando os árbitros masculinos de fora mais uma vez, a Fifa sinaliza fortemente que ela pode estar preparando algo inédito na história do futebol e fazer de Edina a primeira mulher a apitar em uma Copa do Mundo masculina. O que já deve acontecer em 2022, no Catar.

CURIOSIDADE DO DIA

  • Recordista: O gaúcho Carlos Eugênio Simon foi o árbitro brasileiro que mais apitou em Copas do Mundo. Foram 7 partidas. Ele atuou na Copa de 2002 (Coreia/Japão), 2006 (Alemanha) e 2010 (África do Sul).COmo

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.