ASSINE
Uma jornalista que ama os animais, assim é Rachel Martins. Não é a toa que ela adotou duas gatinhas, a Frida e a Chloé, que são as verdadeiras donas da casa. Escreve semanalmente sobre os benefícios que uma relação como essa é capaz de proporcionar

Como tirar o cheiro da caixa de areia do gato e mais 10 dicas importantes

A caixa de areia para os gatos deve ser o primeiro item para comprar antes do pet chegar na nova casa. Mas, assim como o novo amigo, ela também precisa de cuidados especiais para trazer mais qualidade de vida ao bichano e ao seu tutor

Publicado em 29/06/2021 às 02h00
Gato
Gatos aprendem instintivamente a usar a caixa de areia e ela deve estar na casa antes mesmo do pet chegar. Crédito: Divulgação

Quem resolve trazer um gatinho para casa, além de cuidar de sua saúde, precisa saber que a primeira coisa que vai precisar para recebê-lo, é uma caixa de areia. Os felinos são instintivamente caçadores e precisam evitar que seu cheiro possa atrair predadores. Por isso, os bichanos têm o costume de enterrar tanto sua urina, quanto suas fezes.

A cat sitter Dani Cabral explica que mesmo domesticados, os gatos mantêm suas atividades primitivas. “Por isso, a caixa de areia é algo que se deve levar muito a sério quando se pensa em trazê-los para dentro de casa”, ressalta.

Para saber quantas caixas você deve ter em casa é só fazer essa conta será sempre de 1 gato = 1 caixa + 1 caixa extra. Ou seja 1 gato, 2 caixas, 2 gatos, 3 caixas, e assim por diante.
Para saber quantas caixas você deve ter em casa é só fazer essa conta será sempre de 1 gato = 1 caixa + 1 caixa extra. Ou seja 1 gato, 2 caixas, 2 gatos, 3 caixas, e assim por diante. Crédito: Pinterest

É bom lembrar que usar a caixa de areia é algo bem instintivo para os bichanos, por isso ela deve estar na casa antes mesmo deles chegarem. É só deixar ela em um lugar adequado, que o gato vai achá-la e usá-la (claro, pode haver exceções, e caso isso venha acontecer, procure um veterinário).

Mas não basta ter uma caixa de areia em casa, e pronto. Não! Ela precisa de uma série de cuidados: “Qual é a melhor caixa de areia?”, “Qual é o melhor tipo de areia?”, “Como fazer a sua limpeza?”, Quantas vezes por dia as fezes e o xixi devem ser recolhidos”, entre outros. Veja abaixo 10 dicas de Dani Cabral sobre o manejo das caixas de areia para felinos. 

  1. 01

    O melhor modelo

    São vários modelos no mercado, a dica principal é que o gato consiga dar uma volta em torno do seu próprio corpo e que ele possa se movimentar de forma ampla e livre. Agora, se vai ser mais alta, mais baixa, aberta ou fechada, vai depender do tutor e da adaptação do bichano, mas é bom ficar atento a alguns detalhes: o ideal é a caixa ser mais alta, evitando que a areia caia pra fora, e que o gato consiga entrar numa boa, se for um filhote, é bom que seja mais baixa. Os idosos, por exemplo, também podem precisar de uma caixinha mais baixa. Uma boa opção, são aquelas caixas de material de construção, grande, que os gatos, normalmente, aceitam muito bem.

  2. 02

    A melhor areia

    Existem diversas marcas no mercado, as mais recomendadas pelos especialistas são as areias com as seguintes características: clara, que forma torrão, que não levante poeira para não causar alergias respiratórias, que tenha a textura fina para não machucar as patinhas dos felinos e que não tenha cheiro.

  3. 03

    Limpeza no dia a dia

    Para manter a caixa sempre limpa o ideal é usar a areia com as características citadas no ítem dois, pois quando uma areia forma um bom torrão, você consegue retirar apenas a parte suja, ou seja, o torrão de xixi e as fezes. Assim, é possível manter a caixa sempre limpa para os seu gatinho ou gatinha. Mantê-la sempre limpa é muito importante, pois gatos são seres extremamente higiênicos e uma caixa suja pode gerar comportamentos indesejados, como, por exemplo, o felino fazer as necessidades em outros lugares da casa e, ainda pior, deixar de fazê-las, levando os bichanos a ter sérios problemas de saúde. E o ideal é limpar pelo menos duas vezes ao dia para mantê-la sempre higienizada.

  4. 04

    Limpeza geral.

    A limpeza completa da caixa vai variar conforme o número de gatos, de caixas e da areia utilizada na casa. Para realizar uma limpeza geral é necessário jogar toda areia fora e higienizar tudo a cada 7 ou 10 dias de uso.

  5. 05

    Sem cheiro

    Uma forma de deixar a caixa sem cheiro é justamente a escolha do tipo de areia. As areias que não formam torrão direito acabam despedaçando e misturando areia suja com areia limpa na caixa, aumentando assim o mal cheiro. Um exemplo de tipo de areia que reduz o odor, forma torrão e não levanta poeira, é aquela à base de mandioca, milho, cereais, que além de serem produtos biodegradáveis e sustentáveis, são excelentes neutralizadores de ambiente.

  6. 06

    Como lavar a caixa de areia

    O ideal é lavar com produtos neutros (sabão/detergente) pra não deixar cheiro forte, pois pode incomodar o olfato dos gatinhos. Após lavar, deixe de molho com desinfetante veterinário (são vendidos em pet shops), seque e coloque no sol.

  7. 07

    Troca de caixa de areia

    A caixa só precisa ser trocada de acordo com o crescimento do gatinho. Se o gato já é adulto, pode manter a mesma caixa por muitos anos (lembrando sempre de higienizá-la da forma correta).

  8. 08

    Quantidade de areia

    É importante colocar uma quantidade que o gatinho consiga enterrar suas fezes e xixi. E sempre repor a quantidade que é tirada no dia a dia.

  9. 09

    Proporção de gatos e caixas

    Para saber quantas caixas você deve ter em casa é só fazer essa conta: será sempre de 1 gato = 1 caixa + 1 caixa extra. Ou seja: 1 gato, 2 caixas, 2 gatos, 3 caixas, e assim por diante.

  10. 10

    Lugar ideal

    O local ideal é aquele que seja tranquilo para o gatinho, longe de muito barulho e movimentação, pois essa é uma hora que ele se sente muito vulnerável. Manter caixinhas em locais diferentes da casa também é recomendado caso você tenha mais gatinhos. Encostar a caixinha na parede, para deixá-la ainda mais segura também é indicado. Uma observação é não deixar a caixa de areia perto dos comedouros e bebedouros, gatos são seres extremamente limpos (basta lembrar que nunca escolhemos a mesa do restaurante perto do banheiro, né?).

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Pets

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.