Jornalista de A Gazeta há 10 anos, está à frente da editoria de Esportes desde 2016. Como colunista, traz os bastidores e as análises dos principais acontecimentos esportivos no Espírito Santo e no Brasil

Natan vive momento especial no Flamengo e inspiração vem da família

A Gazeta foi até a casa do jogador em Nova Almeida para contar a história do zagueiro que já caiu nas graças da torcida rubro-negra

Publicado em 19/10/2020 às 09h16

Embalado no Campeonato Brasileiro, o Flamengo venceu quatro de seus últimos cinco jogos e prova que está forte na busca pelo título. Neste domingo (18), o Rubro-Negro atropelou o Corinthians. Um imponente 5 a 1 que teve gols de jogadores já consagrados como Everton Ribeiro, Diego e Bruno Henrique, mas que também teve o primeiro gol, como profissional, do zagueiro capixaba Natan, que a cada dia ganha mais espaço no time. 

Se hoje o jogador curte a boa fase com a camisa do Flamengo, é porque ele teve que lutar muito para conquistar seu espaço. Para entender um pouco como tudo começou, A Gazeta foi até a casa do atleta, em Nova Almeida, na Serra, para ouvir quem acompanha essa história desde os primeiros chutes na bola. A família de Natan abriu a casa e o coração para contar um pouquinho desta trajetória (Veja o vídeo acima).

“Eu sempre falei com ele. 'Meu filho, se você tem talento seu sonho não vai acabar. Tudo tem o tempo de Deus, e vai chegar. Pode acreditar'. Muita gratidão por tudo que ele viveu, e está vivendo ainda", agradeceu Eliane da Conceição Francisco Bernardo de Souza, mãe de Natan. Já o pai, Severino de Souza Neto, lembrou que todo o esforço foi importante. "Valeu a pena o sacrifício que a gente fazia debaixo de chuva, debaixo de sol (para levar Natan aos treinos). É gratidão mesmo. Temos que agradecer muito a Deus e pedir para Ele dar bastante força ao Natan", se emocionou. 

Flávia, Francieli e Felipe, irmãos de Natan, também mostram muito orgulho do irmão. “Eu nunca duvidei do talento dele. E ele também sempre foi muito perseverante. O Natan é uma pessoa maravilhosa. E ele é um pouquinho mais apegado a mim porque a Flávia puxava muito o pé dele", brincou Francieli.

Família de Natan o incentivou a ser jogador desde os primeiros chutes na bola
Família de Natan o incentivou a ser jogador desde os primeiros chutes na bola. Crédito: Fernando Madeira e Daniel Vorley/AGIF

Antes de chegar ao Flamengo, Natan passou pela Escolinha do Aert, pelo Rio Branco, pelo Porto Vitória e pela Ponte Preta. Após se destacar nas categorias de base do clube rubro-negro, ele estreou como profissional no dia 27 de setembro, em partida contra o Palmeiras, válida pelo Brasileirão. Aos 19 anos, o zagueiro capixaba vive um sonho, mas com os pés no chão e com qualidade para ir muito longe.

Futebol flamengo flamengo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.