ASSINE
Jornalista de A Gazeta há 10 anos, está à frente da editoria de Esportes desde 2016. Como colunista, traz os bastidores e as análises dos principais acontecimentos esportivos no Espírito Santo e no Brasil

Isaquias Queiroz e Rebeca Andrade são eleitos os melhores atletas do ano

O tradicional Prêmio Brasil Olímpico aconteceu em Aracaju-SE e celebrou o ano de sucesso do esporte brasileiro

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 07/12/2021 às 22h26
Isaquias Queiroz e Rebeca Andrade são eleitos os melhores atletas do ano
Isaquias Queiroz e Rebeca Andrade são eleitos os melhores atletas do ano. Crédito: Miriam Jeske/COB

Melhor desempenho do esporte nacional em uma Olimpíada, várias conquistas mundiais de destaque e o topo do ranking no Pan Junior de Cali. O Prêmio Brasil Olímpico celebrou o rendimento do esporte brasileiro em 2021. A premiação aconteceu nesta terça-feira (07), no Teatro Tobias Barreto, em Aracaju-SE

No principal prêmio da noite, Rebeca Andrade foi eleita a melhor atleta do ano no feminino, e Isaquias Queiroz foi o escolhido no masculino. O atleta de canoagem esteve na cerimônia e recebeu com muita alegria a premiação. Em seu discurso ele agradeceu a todos que fizeram parte de sua caminhada. Rebeca não conseguiu comparecer, mas enviou um vídeo em agradecimento ao prêmio. 

Presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Paulo Wanderley Teixeira que é potiguar, mas capixaba de coração já que boa parte de sua trajetória profissional foi desenvolvida no Espírito Santo, comemorou muito os resultados do Time Brasil.

“O esporte parou em 2020. Nossos atletas se viram obrigados a treinar em casa e as federações tiveram seus eventos suspensos. Fizemos um esforço para mantê-los em alto nível com a "Missão Europa" (período de treinos em Portugal durante a pandemia). E mesmo com dificuldades, o esporte olímpico brasileiro atingiu seu melhor resultado até hoje. Os Jogos de Tóquio, adiados para 2021, nos conduziu a soluções inéditas para problemas inimagináveis. Graças ao talento dos nossos atletas conseguimos esse resultado.”

Este vídeo pode te interessar

Paulo Wanderley Teixeira, presidente do COB, discursou no Prêmio Brasil Olímpico
Paulo Wanderley Teixeira, presidente do COB, discursou no Prêmio Brasil Olímpico. Crédito: Wander Roberto/COB

Além dos melhores atletas do ano, 51 esportistas foram premiados como os melhores atletas de cada modalidade olímpica, entre eles o capixaba Richarlison, no futebol. Entretanto, como está em atividade na disputa do Campeonato Inglês, o jogador não compareceu à premiação.

TROFÉU ATLETA DA TORCIDA

Em um ano com recorde de votação no Troféu Atleta da Torcida, mais de 400 mil pessoas acessaram o site do COB e votaram. E a escolhida foi Fernanda Garay,  que arrebatou 41,52% dos votos. "Encerro hoje o meu ano esportivo com a sensação de dever cumprido. Ter recebido a medalha de prata em Tóquio e agora ser eleita no voto popular. Me sinto valorizada pelas pessoas que me acompanharam e torceram por mim", declarou Garay que também recebeu o prêmio de melhor atleta de vôlei da temporada.

MELHORES TÉCNICOS DO ANO

Na categoria de melhores técnicos do ano foram premiados Mateus Alves (boxe), Lauro Junior (canoagem), Francisco Porath (ginástica artística), André Jardine (futebol), Fernando Possenti (maratonas aquáticas) e Javier Torres (vela), os dois últimos não compareceram ao evento.

HALL DA FAMA

Sebastián Cuattrin, Magic Paula, Adyel Silva, filha de Adhemar Ferreira, e Cristina Eizo, sobrinha de Tetsuo Okamoto recebem as homenagens do Hall da Fama no Prêmio Brasil Olímpico 2021.
Sebastián Cuattrin, Magic Paula, Adyel Silva, filha de Adhemar Ferreira, e Cristina Eizo, sobrinha de Tetsuo Okamoto recebem as homenagens do Hall da Fama no Prêmio Brasil Olímpico 2021. Crédito: Gaspar Nobre/COB

Pouco antes do início da cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico 2021, ídolos de gerações receberam homenagens especiais. Os integrantes do Hall da Fama do Comitê Olímpico do Brasil, Paula (basquete) e Sebastián Cuattrin (canoagem de velocidade) deixaram as marcas de suas mãos em moldes, e Adyel Silva, filha de Adhemar Ferreira da Silva (atletismo), e Cristina Suzue Hamaoka Eizo, sobrinha de Tetsuo Okamoto (natação), atletas já falecidos, receberam placas comemorativas enaltecendo a importância de seus feitos para o esporte nacional.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.