ASSINE

Mourão recebe 2ª dose da vacina: "pouco a pouco vamos ter todo mundo imunizado"

Com 67 anos, o vice-presidente havia sido vacinado com a primeira dose em março, quando recebeu a Coronavac,  imunizante do laboratório chinês em parceria com o Instituto Butantan

Publicado em 26/04/2021 às 16h29
Vice-presidente Hamilton Mourão toma segunda dose da vacina contra Covid-19
Vice-presidente Hamilton Mourão toma segunda dose da vacina contra Covid-19. Crédito: Bruno Batista /VPR

Depois de receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19, o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta segunda-feira (26), que o imunizante é recomendado pelo governo e que, aos poucos, o País vencerá a crise sanitária com o avanço da imunização. Com 67 anos, o vice-presidente havia sido vacinado com a primeira dose em 29 de março, quando recebeu a Coronavac, imunizante produzido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

"Segunda dose tomada. A vacina está avançando e pouco a pouco vamos ter todo mundo imunizado, (vamos) acreditar nesse processo que a gente vai vencer essa doença aí, apesar das pessoas que temos perdido. Mas, vamos ganhar isso aí", disse o vice-presidente na saída de um posto de vacinação drive thru em Brasília.

Questionado se recomendava a vacinação, Mourão respondeu: "Lógico. O governo está vacinando porque ele recomenda. Ninguém foge disso aí." O vice-presidente evitou responder quando questionado sobre a CPI da Covid, que deve ser instalada amanhã e mira principalmente as ações e omissões do governo federal durante a pandemia. "Isso aí não tem nada a ver comigo", disse.

Diagnosticado no fim do ano passado, Mourão foi um dos integrantes do governo a contrair a covid-19. Mesmo antes de ser infectado pelo vírus, Mourão sempre deixou claro a intenção de se vacinar. Nas redes sociais, o vice-presidente comentou ter recebido a segunda dose e reforçou a necessidade da população seguir recomendações sanitárias.

"Ciclo completo! Hoje fui vacinado com a 2ª dose da Coronavac. Estimulo a todos que se vacinem quando chegar o momento e que se protejam do vírus da #COVID19, mantendo o distanciamento, não se aglomerando com pessoas desconhecidas, higienizando as mãos e utilizando a máscara", escreveu em sua página oficial no Twitter.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.