ASSINE

"Custo Bolsonaro": vídeo com críticas ao presidente viraliza

Os autores do vídeo afirmaram que o material foi produzido por um grupo de cidadãos "inconformados com o prejuízo incalculável" do governo Bolsonaro e que seus autores "preferem manter seus nomes privados"

Publicado em 05/03/2021 às 12h55
Atualizado em 05/03/2021 às 12h55
Vídeo critica
Vídeo critica "custo Bolsonaro". Crédito: Reprodução

"Você sabe o que é o Custo Bolsonaro?", questiona o vídeo de 1 minuto e 27 segundos que viralizou nas redes sociais nesta quinta-feira (04). A publicação, que não tem autoria identificada, responde a essa pergunta na sequência, com exemplos do "prejuízo incalculável" do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao Brasil. "Ele está na alta do preço da gasolina", "na queda das ações da Petrobras" e na "volta da fome do povo", cita.

O vídeo foi compartilhado no Twitter por diversos políticos, entre eles os irmãos Ciro e Cid Gomes (PDT) e o ex-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSOL Guilherme Boulos, além de artistas, como a atriz Alice Braga e o humorista Gregório Duvivier.

"O custo Bolsonaro é a fuga dos investidores internacionais. E não dá para culpá-los. Pense bem: você confiaria seu dinheiro a essa equipe? Custo Bolsonaro é ter a (a ministra) Damares falando na ONU e (o ministro Paulo) Guedes fora da OCDE. É perder a confiança da China por causa do filho do presidente e perder a confiança dos Estados Unidos por causa de mentiras de WhatsApp", diz trecho do vídeo.

A publicação foi veiculada pela primeira vez no perfil do Instituto ClimaInfo, ONG que atua no combate à desinformação sobre mudanças climáticas. Em nota publicada na conta de Twitter da organização, os autores do vídeo afirmaram que o material foi produzido por um grupo de cidadãos "inconformados com o prejuízo incalculável" do governo Bolsonaro e que seus autores "preferem manter seus nomes privados", para que o foco fique na mensagem e também evitar possíveis retaliações do governo, que segundo eles "tem mobiliado o Estado e as redes para perseguir seus críticos". Veja o vídeo abaixo:

Eles afirmam ainda que não possuem vínculo com qualquer partido ou candidatura. "Nossa intenção é apenas resumir e comunicar da maneira mais clara possível algo que entendemos ser urgente para qualquer brasileiro ou brasileira preocupada com o destino político, econômico e social do nosso país", justificam na nota.

"O #CustoBolsonaro está quebrando o Brasil. Compartilhe com seus amigos, família e colegas. Com esse presidente, a conta só cresce. Não dá mais", diz a mensagem que acompanha o vídeo na página do ClimaInfo.

Entre os temas abordados no vídeo estão dados sobre a piora na economia, como aumento da inflação e fuga de capital estrangeiro do país, além de crises diplomáticas que causam "vexame no exterior" e na condução da pandemia de covid-19.

"Bolsonaro custa as vidas dos brasileiros, custa a queda livre da economia nacional. Entenda as consequências de eleger uma pessoa sem experiência, sem projeto e sem palavra! #CustoBolsonaro #BolsonaroCoveiroDoBrasil", escreveu Ciro Gomes ao compartilhar a publicação.

"Qual tamanho do prejuízo que Bolsonaro custa para o Brasil? #CustoBolsonaro", questionou a deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP).

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.