ASSINE
Autor(a) Convidado(a)
É diretor de Formação do Instituto Líderes do Amanhã

O digital e a tecnologia são grandes alavancas da liberdade

Existe uma relação recíproca entre tecnologia e liberdade. Ambientes mais livres se desenvolveram mais durante a história, investindo e aumentando sua capacidade tecnológica

Publicado em 10/05/2021 às 02h00
Inovação
O mundo digital aumentou imensamente a produtividade das empresas e pessoas. Crédito: Divulgação

O surgimento de diversas mídias e meios de comunicação instantâneos fez com que muitas barreiras no mundo fossem rompidas. A criação da internet e seu desenvolvimento permitiram maior conexão entre o ser humano, sendo possível, hoje, até administrar uma empresa a distância sem maiores problemas. Só de pensar que 200 anos atrás ainda nem sequer tínhamos esperanças de ter a primeira versão de um arcaico telefone criado, hoje quase tudo é comunicado de forma instantânea.

O mundo digital aumentou imensamente a produtividade das empresas e pessoas, o alcance da informação, da propaganda, dando a possibilidade de alguém pequeno ou um só indivíduo conseguir alcançar o mundo todo. Isso era impensável algumas dezenas de anos atrás. É possível, agora, ter atenção, divulgar suas ideias, seja elas quais forem, com a possibilidade de ter um imenso alcance em poucos minutos.

Não existe mais o monopólio da informação no qual poucos sabem de muita coisa. Basta digitar o que você quiser saber e haverá centenas de páginas, artigos e vídeos sobre quaisquer assuntos. Hoje, qualquer um certamente tem maior acesso a informação e conteúdos do que um presidente dos EUA tinha 50 anos atrás. Percebemos, assim, como as coisas evoluíram em tão pouco tempo.

Essa evolução nos gerou liberdade. A tecnologia representa a tentativa e a concretização de facilitar e melhorar a vida humana. Uma liberdade com alcance inimaginável. Existe uma relação recíproca entre tecnologia e liberdade. Ambientes mais livres se desenvolveram mais durante a história, investindo e aumentando sua capacidade tecnológica. Ao mesmo tempo, um ambiente com ampla tecnologia sem restrições provavelmente será mais livre no todo, pois fica mais difícil controlar ou travar algo com amplo alcance.

Quando governantes tentam restringir o acesso à informação, desejando algum nível de controle, estão indo diretamente contra a liberdade e o progresso, pois inibem a criatividade, a fluidez das informações e as trocas de ideias com isso. Ao contrário, em um local onde essa liberdade é incentivada, existe um ciclo virtuoso que gera mais progresso e mais liberdade. É muito mais difícil exercer qualquer forma de coerção em um ambiente onde a fala e as opiniões são facilmente acessíveis a todos.

Precisamos incentivar a diminuição do controle nas redes sociais e no meio digital, de forma a termos mais progresso e melhora na qualidade de vida do ser humano. Tal progresso irá gerar maior produtividade, renda, empregos e melhorias nos marcadores de saúdes, educação e segurança por consequência. Devemos abraçar o digital e não tentar controlá-lo, como muitos governos tentam fazer.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Tecnologia Liberdade de expressão Mundo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.