ASSINE

Alimentos que ajudam a aumentar a concentração no home office

Hortaliças de coloração verde-escura, peixes e banana são alguns dos alimentos que não podem sair do seu prato

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 03/06/2021 às 02h00
Alimentos saudáveis: grãos, leite, fruta, legumes, ovos, verduras, óleos, e peixe
Estudos comprovam que alguns ingredientes têm mesmo uma afinidade especial para a melhora das funções cerebrais. Crédito: shutterstock

Um ano e meio depois e você ainda se dispersa com facilidade durante o home office? Saiba que alguns alimentos, além de contribuírem com a saúde, são verdadeiros aliados para aumentar a concentração. 

O médico geriatra e nutrólogo Juliano Burckhardt, membro da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), conta que estudos comprovam que alguns ingredientes têm mesmo uma afinidade especial para a melhora das funções cerebrais, como atenção, memória, cognição e funções executivas como cálculo e linguagem. "Esses alimentos com propriedades neotrópicas, como o café e o cacau, tem papel fundamental no estímulo das conexões cerebrais, além de estimular e promover a conversão dos nutroneurotransmissores que fazem a ligação cada vez mais estudada do binômio cérebro-intestino".

Com a pandemia, pode ter ocorrido o aumento do índice de cortisol em muitas pessoas, hormônio responsável pelo estresse. O médico explica que o cortisol é o hormônio produzido pela glândula supra-renal e tem que estar em equilíbrio, não podendo estar em excesso o que demonstra estresse agudo, traduzido clinicamente como reação de alerta e fuga. E nem baixo, quando a glândula chega a exaustão por ser muito estimulada e acaba na situação de “fadiga" e consequentemente o indivíduo se sente cansado e indisposto. "Existem alimentos que ajudam nesse equilíbrio, e eles são ricos em vitaminas do complexo B, alguns aminoácidos como a taurina, o magnésio, a vitamina D3 e o selênio".

A nutricionista Gabriela Sampaio diz que, na hora de fazer a refeição, o ideal é escolher alimentos com propriedades benéficas para a concentração. "O ideal é optar por alimentos naturais, de cores variadas, além de melhorar a diversidade dos alimentos, assim conseguimos aumentar a nossa ingestão de micronutrientes", diz. Confira alguns alimentos que ajudam a aumentar a concentração no home office. 

  1. A Gazeta - zdg1p7sb
    01

    Espinafre, brócolis e hortaliças de coloração verde-escura

    As hortaliças de coloração verde-escura concentram um mix de substâncias parceiras do sistema nervoso, por isso não podem faltar no cardápio ao longo da vida. E o espinafre merece destaque na sua alimentação. Ele fornece bastante luteína, que faz parte de uma família de pigmentos conhecida como carotenoides. Esse componente contribui (e muito) para a saúde cerebral a médio e longo prazo, além dos verdinhos conterem ácido fólico e serem ricos em vitaminas do complexo B. Em estudo com 60 pessoas, realizado na Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, os maiores consumidores de luteína exibiam memória e raciocínio mais afiados.

  2. A Gazeta - i3aa6x8h
    02

    Peixes

    Tenha em mente  que o salmão, o atum, a sardinha, o arenque e a cavalinha devem aparecer pelo menos duas vezes por semana no cardápio. Se antigamente se falava dos pescados como fontes exímias de fósforo, um nutriente caro ao cérebro, hoje o que se enaltece são os teores de ômega-3. "Essa gordura do time das poli-insaturadas é reverenciada por diversos motivos. E um deles tem a ver com as funções cognitivas. O ômega-3 atua na conexão entre os neurônios, facilitando a plasticidade sináptica, ou seja, os neurônios acabam conversando melhor entre si", explica o médico geriatra e nutrólogo Juliano Burckhardt. 

  3. A Gazeta - x780qy0xe3l
    03

    Ovo

    Considerado o alimento mais completo, perdendo apenas para o leite materno em valor nutricional, estudos livraram o ovo do rótulo de vilão das doenças cardiovasculares. Excelente fonte de proteínas, com destaque para a albumina, o alimento possui preciosidades como a luteína, aquele pigmento que pertence ao grupo dos carotenoides. Sobram evidências de seu papel contra o declínio cognitivo. A gema do ovo também está repleta de colina, uma das vitaminas do complexo B – cada vez mais famosa por auxiliar na consolidação da memória. “Trata-se de um nutriente essencial para a formação do neurotransmissor acetilcolina, importante regulador do aprendizado no córtex cerebral", diz o médico Juliano Burckhardt.

  4. A Gazeta - yrrfvd
    04

    Laranja

    A laranja contém vitamina C. Além de função antioxidante, também atua como um neuromodulador, reduzindo o estresse, melhorando a concentração e a memória. O antioxidante também é encontrado no limão, na acerola, na laranja, na mexerica, entre outros. 

  5. A Gazeta - h9782
    05

    Linhaça

    A linhaça também é um ótimo alimento para ajudar na concentração. Ele possui a colina, uma uma das vitaminas do complexo B, que auxilia na melhora do foco e concentração.

Fontes: Gabriela Sampaio, nutricionista; Juliano Burckhardt, médico geriatra e nutrólogo

Saúde Fique bem Alimentação Saúde Alimentos Alimentação Saudável

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.