ASSINE

Como fazer o bronzeado durar mais e de forma saudável

Para que o bronzeado se mantenha por mais tempo, deve-se aplicar um hidratante corporal em creme ou loção, todos os dias, prevenindo a desidratação da pele e a sua descamação

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 03/03/2021 às 15h46
Mulher se bronzeando
Aplicar o filtro solar antes de sair de casa, no rosto e no corpo, é uma das atitudes para manter o bronze de forma saudável. Crédito: Nikita Buida/ Freepik
Selo verão 2021
Selo verão 2021. Crédito: A Gazeta

Sol, praia, mar, piscina... Verão é tempo de aproveitar. Em tempo de pandemia é preciso ter todos os cuidados. E, além de proteger a pele, é possível manter o bronzeado de forma duradoura e saudável. A dermatologista Thayla Campostrini fala sobre os cuidados necessários para ter uma pele bronzeada com segurança, como se expôr ao sol antes das 10 horas e depois das 16 horas, aplicar o filtro solar antes de sair de casa, no rosto e no corpo, e reaplicá-lo pelo menos a cada 3 horas. "Também é importante reforçar a hidratação da pele, com creme ou loção, pelo menos 2 vezes ao dia. E manter uma alimentação equilibrada e saudável".

Mas será que  abusar da hidratação evita que a pele descasque e que ela fique mais forte e saudável nos dias de sol? Para que o bronzeado se mantenha por mais tempo, deve-se aplicar um hidratante corporal cujo veículo pode ser em creme ou loção, todos os dias, pelo menos 2 vezes, prevenindo a desidratação da pele e a sua descamação. "Para peles mais secas, o ideal é utilizar um hidratante em creme e para as mais hidratadas e que só precisam de manutenção, pode-se optar pelo hidratante em loção. É possível potencializar a hidratação da pele com cremes de limpeza hidratantes durante o banho, utilizando como substituto ao sabonete", explica Thayla.

Hidratação

A dermatologista Ana Paula Galeão conta que a hidratação é o fator mais importante para prolongar o bronzeado. "Ela deve ser feita com loções ou géis pós-sol que contenham em sua fórmula produtos calmantes. E também usar o hidratante antes de dormir". Ela ressalta que não se deve abusar de sabonetes, já que eles fazem mal para pele. "O que gosto de usar é a mistura de óleo de coco e autobronzeador, misturo e fico na sombra, sem tomar sol". 

Nada de ficar horas se expondo ao sol. "Isso é totalmente contra-indicado. A pessoa extremamente bronzeada, que pega sol demais, a pele fica muito enrugada. O sol causa câncer de pele, que é um dos mais comuns", reforça. A sugestão da médica é começar tomando 15 minutos de sol e ir aumentando 5 minutos ao longo dos dias. O tempo de exposição não pode passar de 30 minutos diários. "É o suficiente para produção de vitamina D, para produzir melanina, e ainda não deixar a pele com aspecto esturricada. Depois desse tempo, a pessoa pode permanecer debaixo do guarda-sol e reforçar a proteção solar". 

A temperatura da água do banho também influencia na hora de fazer o bronzeado durar mais. "O banho quente resseca a pele e faz ela se renovar mais rápido como forma de defesa. O calor também piora o melasma, que são as manchas causadas pelo sol, não se deve banho muito quente, para a pele ficar mais saudável", diz a dermatologista Ana Paula Galeão.

Protetor e bronzeador

Thayla Campostrini explica que a aplicação do protetor solar não impede o bronzeamento, pelo contrário, deixará a pele com tom mais dourado e ainda prolongá-lo, já que mantém as células saudáveis e a pele hidratada, evitando a descamação e todos os outros problemas cutâneos. "Os protetores solares, embora bloqueiem os raios solares nocivos, não freiam a produção de melanina, então não vão atrapalhar na obtenção do bronzeado. Eles devem ser aplicados cerca de 20 e 30 minutos antes da exposição solar e reaplicados, normalmente, a cada 2 ou 3 horas, especialmente se a pessoa transpirar ou entrar na água".

Já o bronzeador estimula a produção de melanina. "O bronzeador em si não é prejudicial para a pele. O problema é que, para que ele possa agir, é preciso expôr a pele ao sol e essa exposição, muitas vezes, é feita de maneira incorreta. O ideal é usar um bronzeador com fator de proteção solar (FPS) igual ou superior a 30. Mas, caso não tenha FPS ou seja menor que 30, o recomendado é aplicar o bronzeador e, após sua absorção pela pele (passados de 10 minutos), passar um protetor solar por cima".

A Gazeta integra o

Saiba mais
Verão Beleza

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.