ASSINE
Fugir das fake news não é suficiente para desviarmos de todas as pedradas lançadas sobre nós em
Fugir das fake news não é suficiente para desviarmos de todas as pedradas lançadas sobre nós em "forma de informação". Crédito: memyselfaneye/ Pixabay

Um olhar sobre o jornalismo na segunda década do século 21

O livro "10 Anos de Observatório da Imprensa: A segunda década do século 21 sob o ponto de vista de um crítico midiático" reúne a colaboração do jornalista Francisco Fernandes Ladeira no Observatório da Imprensa

Publicado em 10/07/2021 às 02h00
  • Aurélia Hubner Peixouto

    É licenciada em Letras, realizou graduação e mestrado na Ufes e concluiu os créditos de doutorado em Letras na Universidade Estadual de Londrina. É professora do Ifes/Vitória

Manter-nos informados, bem informados, sob a densa semiosfera que nos cerca não é tarefa das mais fáceis. E fugir das fake news não é suficiente para desviarmos de todas as pedradas lançadas sobre nós em "forma de informação". A leitura crítica do texto jornalístico é instrumento dos mais valiosos nesses tempos sombrios de ataque à verdade, à ciência, ao saber, e à reflexão.

É compreensível que Francisco Fernandes Ladeira tenha tido dúvida na hora de escolher sobre qual campo trilhar em sua formação universitária, Jornalismo ou Geografia. Hoje doutorando em Geografia na Unicamp, e colaborador assíduo do Observatório da Imprensa, na prática andou muito bem nas duas estradas.

E mesmo em atividade docente e em permanente formação, nos últimos dez anos o autor manteve constância em sua leitura, observação da imprensa, reflexão, redação e publicação, uma prática muito louvável em qualquer docência. E pensem em um autor crítico com fabuloso poder de síntese... Multipliquem. Recentemente experimentamos gravar um desses seus textos riquíssimos, em que apresenta uma retrospectiva de 2020, e onde essa capacidade de bem resumir pode ser conferida...

Em tempos em que se coloca a ‘educação não presencial’, ‘educação remota’, ‘ensino híbrido, ‘ead’, ‘apnp’ e toda forma de docência extraclasse, não presencial, em foco, ter em mãos o livro que aqui apresentamos é uma prova de que a expressão da docência fora da sala de aula tradicional não é uma impossibilidade operacional nem ética.

E essa possibilidade é coroada de sucesso quando se coloca numa perspectiva de longo planejamento e ação disciplinada, quando se conta com um espaço respeitoso, confiável e organizado de emissão, em que o Observatório da Imprensa se fez modelar, e com o desenvolvimento autoral de uma escrita, uma ‘dicção’ própria, que dialogue com os acontecimentos cotidianos e que se exponha, com regularidade e com frequência, como vimos neste seu livro.

A prática jornalística do professor Francisco trouxe para outras paragens o (excelente) ensino de Geografia Política que já o vimos praticar em aula, ampliando saberes a um público maior do que o alcançado em sala, inserindo rigor científico a discussões atuais e críticas argutas a acontecimentos recentes e ao seu tratamento pela mídia.

O livro "10 Anos de Observatório da Imprensa: A segunda década do século XXI sob o ponto de vista de um crítico midiático" reúne, enfim, uma incrível colaboração deste autor no Observatório da Imprensa, com textos que abordam uma temática de forma preferencial: a atuação da grande mídia como uma espécie de partido político das forças conservadoras de nossa sociedade.

Seu enfoque recai muitas vezes sobre as relações entre mídia e poder no Brasil, desnudando as armadilhas do discurso jornalístico. A síntese clara, a boa seleção de temas, e a afiada racionalidade do autor fazem deste livro uma leitura muito relevante para quem queira refletir sobre como os acontecimentos da última década nos foram apresentados pela grande mídia.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Fake news imprensa jornalismo Liberdade de expressão Liberdade de Imprensa

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.