Veja a lista dos carros mais vendidos no ES

Onix repete sucesso do Brasil e foi o carro mais emplacado no ES em 2020. Atrás dele ficaram o Hyundai HB20 e o Onix Plus

Publicado em 18/01/2021 às 15h14
Atualizado em 20/01/2021 às 15h46
Em primeiro lugar no ranking está o Chevrolet Onix com 11.710 emplacamentos
Segurança e tecnologia são uma das justificativas para sucesso de vendas. Crédito: Chevrolet/Divulgação

O Espírito Santo ajudou na conta do Chevrolet Onix para se manter como o carro mais vendido no Brasil pelo 6º ano seguido. Em terras capixabas ele também é campeão de vendas. Foram 1.966 exemplares novos saindo das concessionárias do Estado em 2020,  de acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Rafael Duarte, gerente de vendas da CVC Veículos, uma das concessionárias da Chevrolet no Espírito Santo, afirma que o sucesso desse carro é devido à combinação de segurança e tecnologia. “A marca Chevrolet em si também tem muito peso. É bem consistente”, completa.

Wanusa Nunes, gerente de vendas da Chevrolet Vessa, também acrescenta a manutenção barata como um atrativo do Onix.

Da mesma montadora estão no top 10 a versão sedã Onix Plus, em terceiro lugar com 1.850 vendas, e o SUV Tracker com 849 unidades vendidas em 2020, levando o carro para a oitava posição. “O Tracker tem tudo que as pessoas procuram num SUV, além de um porta-malas maior que a média. Além de ser um modelo queridinho do mercado. Todo mundo está atrás de SUVs que tenham um bom custo-benefício”, explica Rafael Duarte.

Wanusa Nunes lembra que o Tracker tem um seguro barato e isso pesa na decisão do consumidor. “O carro também sofreu uma mudança recente no modelo e na motorização”, acrescenta. As versões topo de linha passaram a ter motor 1.2 Turbo Premier.

Quem aparece em segundo lugar é o Hyundai HB20, com 1.864 exemplares vendidos. Para o diretor da Tai Motors, Paulo Henrique Daltin, a justificativa para esse sucesso é a qualidade do produto, a garantia de cinco anos oferecida pela marca e a solidez da montadora. Ele lembra que a Hyundai teve um poder de retomada muito rápido durante a crise causada pela pandemia de coronavírus.

O diretor comercial da Prime Hyundai, Marcelo Sartório, explica como isso aconteceu. “No início da pandemia, a fábrica teve que parar porque o governo de São Paulo proibiu o funcionamento das montadoras. Mas assim que pôde retomar a produção, eles fizeram. A Hyundai acreditou no mercado automotivo.”

Outro diferencial do HB20, de acordo com Sartório, é o alto valor de revenda no mercado de usados.

Diferente do sedã do Onix que ficou bem próximo da sua versão hatchback, o HB20S está no final do top 10 com 790 exemplares vendidos. O diretor da Tai Motors afirma que um dos possíveis fatores seja o preço. No site da montadora é possível comprar um HB20 Nova Geração 20/21 a partir de R$ 52.990, enquanto o HB20S Nova Geração 20/21 está à venda a partir de R$ 61.090.

Outro fator que pode ter gerado essa queda, segundo o diretor geral da Prime Hyundai, é que o HB20 é uma opção de primeiro carro. “Geralmente, são pessoas solteiras, sem filhos. Como elas não precisam de muito espaço, acabam comprando a versão hatch.”

Outra opção da montadora que ficou entre os 10 mais vendidos foi o Hyundai Creta, ficando em sexto lugar. Sartório explica que é um carro pensado para o público brasileiro, assim como o HB20. Além disso, a versão de entrada é mais barata que a média. “O Creta tem uma linha de entrada mais acessível. Começa em R$ 85 mil mesmo com aumentos devido ao dólar. Não suspendemos também o atendimento para pessoas PCDs."

Contudo, nesse mês de janeiro, a venda para esse público foi suspensa devido à alta demanda, mas a pretensão é de voltar assim que possível.

Ford General Motors Hyundai Toyota Volkswagen

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.