ASSINE

Nova Ford Maverick chega ao Brasil a partir de 2022

Lançada em junho nos Estados Unidos, picape monobloco faz parte dos produtos globais da montadora e chega para competir com rivais já estabelecidos no país

Publicado em 31/08/2021 às 14h57
Ford Maverick
Lançamento da Ford Maverick no Brasil marca estratégia da montadora de fortalecer portfólio. Crédito: Ford/Divulgação

Lançada em junho, a Ford Maverick, versão picape do famoso esportivo da montadora, deve chegar ao Brasil em 2022, marcando a presença de mais um produto global da empresa no país. O anúncio foi feito nesta semana pelo presidente da Ford América do Sul, Daniel Justo, que destacou a estratégia comercial para o fortalecimento do portfólio da marca na região, apesar de a Ford ter fechado suas fábricas no Brasil.

“A chegada da Maverick é mais um lançamento dentro da nossa estratégia de trabalhar com os pilares em que a Ford tem sucesso no mundo, com um produto inovador e conectado. A fidelização e atração de novos clientes é outro ponto essencial na estratégia da empresa, apoiada na qualidade dos produtos e serviços e no uso cada vez maior da conectividade”, diz Daniel.

Segundo a montadora, a Ford Maverick será o produto de entrada da marca e chega para competir em um mercado onde a Fiat hoje é soberana, tanto pela nova versão da Strada quanto pela irmã maior Toro. Afinal, ambas picapes são a primeira e a segunda mais vendidas no semestre, em sua categoria, segundo a Federação Nacional da Distribuição dos Veículos Automotores (Fenabrave). São 61.061 unidades vendidas da Strada e 34.089 para a Toro, que é também a mais vendida no segmento de médias e grandes, de janeiro a junho de 2021, que é onde a Ford Maverick irá atuar.

A intenção é oferecer uma picape monobloco, como alternativa a clientes de SUVs e sedãs. Nos Estados Unidos, a Maverick teve a pré-venda iniciada em junho e realizou mais de 100 mil reservas, sendo 36 mil só na primeira semana, segundo informa a montadora.

ESPORTIVO

O nome Maverick, em inglês, significa independente, inovador e foi usado no cupê esportivo que se tornou um ícone dos anos 70 no Brasil e nos Estados Unidos. A semelhança, porém, fica restrita ao nome, já que se trata de veículos com conceitos totalmente diferentes.

“A Maverick é uma picape inovadora, sem dúvida, uma picape Ford Raça Forte”, destaca o executivo. “Ela surpreende pela versatilidade, tanto no interior como na caçamba, pelo tamanho, pelo design, pela tecnologia e dirigibilidade. Nos testes que fizemos aqui todos ficaram impressionados com o produto”, observa Justo.

A Maverick possui motor híbrido de 2.5 de 164 cv com um propulsor elétrico de 128 cv, formando uma potência combinada de 193 cv. Com produção no México, na mesma fábrica que o Bronco Sport, a picape mede 5,07 metros de comprimento por 1,84 metro de largura e tem 1,73 metro de altura, sendo a menor picape da Ford.

A nova Maverick terá três versões: XL, XLT e Lariat. Todas equipadas com o motor 2.5 híbrido de série, que entrega 164 cv a 5.600 rpm e 21,4 kgfm de torque a 4.000 rpm, mais um propulsor elétrico de 128 cv e 23,9 kgfm, formando uma potência combinada de 193 cv. O modelo ainda terá transmissão eCVT. A versão topo de linha tem equipado o mesmo motor 2.0 turbo do Bronco Sport, com 253 cv, além de câmbio automático de oito marchas e tração integral.

Com informações da Ford

A Gazeta integra o

Saiba mais
Ford Picape Ford Maverick

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.