ASSINE

Quem são as vítimas de chacina que deixou cinco mortos em Vila Velha

Das cinco pessoas assassinadas, duas não estavam no churrasco, segundo parentes; uma mulher morreu na rua e um homem que trabalhava em barraca de verdura na hora do tiroteio acabou baleado

Vitória
Publicado em 17/10/2021 às 10h59
Cinco pessoas foram assassinadas em Pontal das Garças, em Vila Velha
Cinco pessoas foram assassinadas em Pontal das Garças, em Vila Velha. Crédito: Ricardo Medeiros

Foram identificadas as cinco pessoas assassinadas em uma chacina ocorrida neste sábado (16) no bairro Darly Santos, em Vila Velha. Outras quatro vítimas foram feridas durante o tiroteio e encaminhadas para o hospital. 

Uma das pessoas assassinadas é a professora de Inglês Elaine Cristina Machado, 49 anos. Ela foi encontrada morta ao lado de um carro, com dois tiros. Segundo o genro dela, Wagner Mendes, a mulher tinha quatro filhos e era divorciada.

Elaine Cristina Machado, 49 anos, uma das vítimas da chacina de Vila Velha
Elaine Cristina Machado, 49 anos, uma das vítimas da chacina. Crédito: Acervo pessoal

“Todo mundo está de luto pelo que aconteceu. Ela morava perto de onde aconteceu o crime e segundo nos falaram Elaine ouviu muito barulho e foi lá ver o que estava ocorrendo. Minha sogra não era de participar de festas, ela nem estava lá, só ia de casa para igreja”, relatou o genro.

José Quirino Filho, líder comunitário morto em chacina de Vila Velha. Crédito: Reprodução
José Quirino Filho, líder comunitário morto em chacina de Vila Velha. Crédito: Reprodução

A outra vítima é o líder comunitário da Associação de Moradores do bairro Darly Santos, José Quirino Filho, de 59 anos, conhecido como Mosquito. Ele estava participando do churrasco e levou dois tiros na costela direita e um nas costas. Quirino era casado, tinha quatro filhos e cinco netos.

Segundo a esposa dele, Cícera Gomes,  o casal tem um bar próximo onde ocorreu a chacina. "Ele tinha ido até em casa para almoçar e descansar. Por volta das 16h30 ele decidiu ir até a casa do amigo onde estava tendo o churrasco. Estamos todos em choque”, desabafou.

Claudionor Liberato, 59 anos, aposentado, uma das vítimas da chacina de Vila Velha
Claudionor Liberato, 59 anos, aposentado, uma das vítimas da chacina de Vila Velha. Crédito: Acervo pessoal

O aposentado Claudionor Liberato, de 59 anos, e José Roberto, conhecido como Gordinho, também estavam participando do evento e os dois foram mortos com dois tiros cada.

Felipe dos Santos, 31anos, uma das vítimas da chacina de Vila Velha. Crédito: Acervo pessoal
Felipe dos Santos, 31anos, uma das vítimas da chacina de Vila Velha. Crédito: Acervo pessoal

A quinta vítima é Felipe dos Santos, de 31 anos. Ele foi baleado enquanto trabalhava na barraca de verduras dele, que fica na rua transversal de onde acontecia o churrasco. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu ao dar entrada no Hospital Bezerra Antônio de Farias.

O CRIME

Cinco pessoas foram assassinadas  e pelo menos outras quatro ficaram feridas após serem baleadas em uma chacina ocorrida no fim da tarde deste sábado (16), no bairro Darly Santos, em Vila Velha. O crime ocorreu por volta das 17h30. 

Chacina deixa cinco mortos em bairro de Vila Velha

Informações de populares dão conta de que as vítimas estavam em um churrasco quando homens armados chegaram já atirando na direção de todos que aproveitavam a festa. 

Os corpos de três vítimas, todas do sexo masculino, estavam dentro de uma residência  situada na Rua Apóstolo Tomé. Outro homem, que havia sido baleado, morreu já no Hospital Antônio Bezerra de Faria, em Vila Velha, pouco após dar entrada na unidade. A mulher foi encontrada sem vida em frente à casa onde o crime ocorreu. Os demais feridos foram levados pelo Samu para o mesmo hospital.

RESPOSTA DA PM

Em nota, a Polícia Militar informou que foi acionada no final da tarde para verificar a informação de que teria ocorrido um homicídio por disparos de arma de fogo em Pontal das Garças*, em Vila Velha, durante um churrasco. No endereço foi constatado quatro óbitos no local do fato e outras quatro foram alvejadas e socorridas para o Hospital Antônio Bezerra de Farias, onde mais uma das vítimas teve o óbito confirmado. A perícia da Polícia Civil foi acionada. 

*A primeira informação no acionamento para a PM é de que o bairro seria Pontal das Garças, mas no local a reportagem constatou que o crime aconteceu no bairro Darly Santos.

POLÍCIA CIVIL

Também em nota, a Polícia Civil salientou que a equipe do Plantão do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória.

"Informações sobre motivação e dinâmica do crime já estão em apuração, mas ainda não serão divulgadas para preservar a investigação", informou. A reportagem demandou a PC neste domingo (17), mas ainda não houve retorno.

Com informações de Daniela Carla, da TV Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.