ASSINE

Adolescente esfaqueada em tragédia de Santa Maria de Jetibá deixa a UTI

Informação é de Gilson Oto Hammer, irmão de Fernanda Oto Hammer, de 14 anos. A adolescente, a mãe e a irmã dela — que morreu no local — foram esfaqueadas. Padrasto da jovem é suspeito e está preso

Tempo de leitura: 2min
Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 22/03/2022 às 19h26
Adolescente sobrevive à facada
Gilson ao lado da irmã,  Fernanda Oto Hammer, de 14 anos. Crédito: Arquivo Pessoal

A adolescente Fernanda Oto Hammer, de 14 anos, esfaqueada pelo padrasto com a mãe e a irmã em tragédia familiar no último domingo (20), em Santa Maria de Jetibá, na Região Serrana do Estado, recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nesta terça-feira (22) e foi encaminhada à enfermaria do Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), em Vitória. A informação é do lavrador Gilson Oto Hammer, irmão da vítima. A mãe deles, Evanilda Oto Hammer, de 45 anos, segue internada na unidade. Já a outra irmã, Angélica Oto Hammer, de 24 anos, que também foi golpeada, morreu no local do crime e foi sepultada na manhã desta terça.

Da esquerda para a dirieta: Angelica, Evanilda e Fernanda
Da esquerda para a dirieta: Angelica (morreu no local do crime), Evanilda (mãe) e Fernanda (filha adolescente). Crédito: Faello fotos / Reprodução

Em entrevista à repórter Naiara Arpini, da TV Gazeta, o lavrador afirmou que ficou aliviado ao saber que a menina está viva e passa bem. “Ela só está enfaixada mesmo, mas está bem. Fiquei sabendo do boato de que Fernanda teria morrido, foi um susto muito grande. O caso que requer mais cuidado é o da minha mãe (Evanilda). Mas também está vindo gente para cuidar dela”, afirmou.

Gilson Oto Hammer

Lavrador

"Vou ficar aqui o tempo que precisar, vou ficar cuidando. Se Deus quiser, Fernanda logo terá alta e será um momento de grande felicidade. Ela vai se recuperar. Ficamos mais calmos porque todo mundo de Santa Maria foi nos confortar"

SUSPEITO FOI PRESO

Um vídeo recebido por A Gazeta mostra o momento em que Valdeni Plaster é preso em flagrante na região de Serra do Gelo, em Santa Maria de Jetibá, na Região Serrana do Espírito Santo. Ele é o principal suspeito de ter esfaqueado a esposa e as duas enteadas no último domingo (20) no município. Após ser encontrado pela Polícia Militar nesta segunda-feira (21), o homem foi encaminhado para a delegacia da cidade. Ele foi descrito por um major da PM como "frio e desapegado de sentimentos".

RELEMBRE O CASO

Valdeni Plaster, já preso, é suspeito de esfaquear a esposa e duas enteadas dentro de casa na tarde deste domingo (20), em Alto São Sebastião, interior de Santa Maria de Jetibá. Angelica Oto Hammer, de 24 anos, não resistiu e morreu no local.

A Polícia Civil informou que, de acordo com os primeiros levantamentos, o homem, identificado como Valdeni Plaster, usou um facão para ferir as vítimas. Segundo apuração da TV Gazeta, o ataque teria acontecido depois que o suspeito chegou em casa bêbado e discutiu com a mulher. As filhas foram defender a mãe, também foram atacadas e o padrasto fugiu.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.