ASSINE

Movimento "Unidos pela Vacina", de Luiza Trajano, chega ao Espírito Santo

Iniciativa que reúne empresas e entidades pretende ajudar municípios a acelerar imunização de todos os brasileiros até setembro. No Estado, Rede Gazeta é uma das apoiadoras

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 26/02/2021 às 18h22
Atualizado em 26/02/2021 às 18h25
Luiza Trajano participou da abertura da 16ª Semana Justiça pela Paz em Casa
Luiza Trajano é a idealizadora do movimento que pretende vacinar todos no país até setembro. Crédito: Assessoria de Comunicação do TJES/Divulgação

O movimento "Unidos pela Vacina", idealizado pela empresária Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, agora tem embaixadores também no Espírito Santo. A iniciativa visa imunizar todos os brasileiros contra a Covid-19 até setembro deste ano, em uma ação conjunta de empresários e entidades para apoiar o Sistema Único de Saúde (SUS).

Rede Gazeta e o Movimento ES em Ação agora fazem parte dos apoiadores do projeto, que reúne outros nomes de peso no mundo dos negócios, como o presidente da Gol, Paulo Kakinoff, e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Ao lançar a iniciativa em publicação nas redes sociais, no dia 8 de fevereiro, Luiza Trajano apresentou a ideia central do movimento: “Queremos ajudar a garantir que as vacinas cheguem a qualquer ponto do país, superando todo e qualquer obstáculo. A cada minuto desperdiçado, centenas de vidas são perdidas nessa batalha”, escreveu.

Ao desembarcar no Estado, o "Unidos pela Vacina" vai, primeiramente, mobilizar prefeitos e secretários municipais de saúde para traçar um diagnóstico de quais são as dificuldades e necessidades para que o ritmo de imunizações ganhe fôlego.

“Acredito que após um diagnóstico poderemos entender se existem deficiências ou gap's a serem cobertos. O movimento Unidos pela Vacina está realizando uma escuta prévia e, por enquanto, o papel do ES em Ação é garantir que os municípios respondam à pesquisa”, explicou Fábio Brasileiro, presidente do Movimento ES em Ação.

Para o governador Renato Casagrande, a união de empresários capixabas pode ajudar na celeridade da imunização. “Acho muito bom esse movimento. O Brasil está com dificuldade de conseguir e fabricar mais vacinas em quantidade. Esse tipo de ação faz a gente encurtar o cronograma de vacinação. O trabalho vai ser realizado em conjunto com o SUS e isso pode nos ajudar a salvar vidas”, afirmou.

Casagrande disse ainda que “tem gente que não quer vacinar ou que está ouvindo líderes negacionistas", mas que a chegada de um movimento que põe empresários e poder público em diálogo com foco conjunto "vai ajudar a convencer mais pessoas, porque o cidadão vai ver o governo se engajando e se envolvendo”.

UNIÃO DE FORÇAS

De acordo com a empresária Luiza Helena Trajano, a ação não vai promover compra de vacinas nem visa criar um plano privado de imunização. A ideia, segundo ela, é auxiliar a logística, distribuição e aplicação do plano de vacinação pela rede pública em todos os Estados brasileiros.

“O Brasil possui recursos para a compra de vacinas. Se o problema fosse dinheiro, seria até mais fácil de resolver. A nossa proposta é ajudar a resolver os gargalos de logística para que a produção, distribuição e aplicação de vacinas aconteça”, destacou a empresária, em entrevista ao portal Meio&Mensagem.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Rede Gazeta Coronavírus no ES Vacina Magazine Luiza Vacinas contra a Covid-19

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.