Vitória anuncia volta às aulas em fevereiro em formato híbrido

Segundo a Secretaria de Educação, os pais poderão optar por mandar os filhos à escola. Confira como vai funcionar o ensino híbrido

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 25/01/2021 às 17h05
Atualizado em 25/01/2021 às 19h13
Alunos da Escola Major Alfredo Rabaioli, no bairro Mário Cypreste, com distanciamento entre eles na sala de aula
Alunos da Escola Major Alfredo Rabaioli, no bairro Mário Cypreste, com distanciamento entre eles na sala de aula. . Crédito: Carlos Alberto Silva

Após quase um ano de portas fechadas por causa da pandemia do novo coronavírus, as escolas da rede municipal de Vitória preparam-se para abrir novamente. A volta às aulas no município, que até então deveria ocorrer somente a partir de março, foi adiantada pela  prefeitura municipal. O novo ano letivo terá início no dia 22 de fevereiro e será em formato híbrido.

Na primeira semana de aulas, os professores estarão nas escolas e todos alunos em casa. Já a partir de 1º de março, os estudantes começarão a retornar para as salas de aula, conforme o calendário abaixo:

  • 1º de março: retornam às escolas alunos do ensino fundamental II, do 6º ao 9º ano. 
  • 15 de março: retornam os alunos do ensino fundamental I, do 1º ao 5º ano.
  • 29 de março: retornam as turminhas de 4 e 5 anos nos CMEIs.

Além de acontecer de forma gradual, o retorno seguirá um revezamento semanal: metade dos alunos assistirá as aulas na escola e a outra metade em casa, por meio da plataforma AprendeVix.

“As aulas presenciais retornarão em regime de revezamento semanal, gradual e em etapas, no contexto de pandemia da Covid-19, como forma de prevenir e controlar da transmissão do novo coronavírus enquanto perdurar o estado de calamidade em saúde pública. Os protocolos para o retorno foram formulados junto à secretaria de Saúde, buscando sempre a segurança tanto dos nossos alunos quanto dos nossos profissionais”, destacou a secretária de Educação de Vitória, Juliana Rohsner.

PAIS VÃO DECIDIR

Para viabilizar o retorno das aulas, as unidades de ensino realizarão a busca e o atendimento das famílias para assinatura de um termo de responsabilidade no período de 3 a 19 de fevereiro. Segundo a prefeitura, o retorno das aulas será facultativo, ou seja, os pais ou responsáveis pela criança é que vão decidir se ela irá ou não frequentar a sala de aula presencialmente.

“Em relação aos estudantes da creche, de 0 a 3 anos, a Seme fará a avaliação constante do retorno dos alunos maiores para analisar como será possível retornar com os pequenos. Nesse período, a secretaria será responsável pelo acompanhamento de uma plataforma unificada, com propostas de atividades, brincadeiras e dicas semanais”, explica a secretária.

PROTOCOLOS

Todas as 102 unidades de ensino de Vitória serão vistoriadas antes do início das aulas, com a previsão de início do cronograma ainda nesta semana.

Esse período de fevereiro até março será usado também para adequações dos espaços físicos aos protocolos de biossegurança, para fazer as instalações e modificações necessárias ao retorno seguro das crianças ao espaço escolar.

Os equipamentos de proteção individual (EPI), como máscaras, protetor facial e jalecos, além de álcool em gel e sabonete líquido, estão em processo de aquisição.

Educação Vitória (ES) Pandemia Escolas Públicas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.