ASSINE

Vila Velha bloqueia estacionamento na orla para evitar aglomerações

Os bloqueios das seis áreas destinadas aos veículos começaram no fim de semana e prosseguiram na manhã desta segunda-feira (29). Medida já foi adotada também na Serra e em Vitória e se prolongará até o fim do decreto estadual que determina quarentena

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 29/03/2021 às 09h29
Atualizado em 29/03/2021 às 09h29
Vila Velha
Em Itaparica, o bolsão de estacionamento amanheceu sem veículos na manhã desta segunda-feira (29). Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Quem tentou estacionar o veículo logo nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (29) nos bolsões de estacionamento na orla de Vila Velha teve de desistir da ideia. Assim como outras prefeituras da Grande Vitória, os acessos a estes locais foram fechados pela prefeitura com obstáculos físicos para impedir a aglomeração de pessoas na faixa litorânea da cidade. Vitória e Serra já adotaram medidas semelhantes nos últimos dias.

Ao todo, são seis bolsões existentes na orla canela-verde e que permanecerão fechados com gelo baiano até o fim do decreto estadual que eleva o nível de restrições em todo o Estado, para frear o avanço da Covid-19 no Espírito Santo. Desta forma, pelo menos até o próximo dia 4 de abril (domingo) os motoristas seguirão impedidos de utilizarem os respectivos espaços.

Os bloqueios começaram a ser realizados ainda no fim de semana, porém, mesmo com os obstáculos, alguns motoristas conseguiram burlar os obstáculos e estacionar. Nesta segunda-feira, a Prefeitura prosseguiu com a instalação dos gelos baianos. Além disso, a fiscalização será reforçada, assim como a conscientização, para que as pessoas não insistam em utilizarem os bolsões.

6 bolsões

Todos os espaços da orla de Vila Velha serão fechados até o fim do decreto estadual

Estas ações serão ampliadas para também evitar a prática de esportes coletivos na areia, como futevôlei, futebol de areia e circuitos funcionais, além do comércio. A prática de atividades individuais, como caminhada e corrida, segue permitida no município da Região Metropolitana.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.