ASSINE

Veja como será a volta das aulas presenciais nas escolas da Grande Vitória

Na Grande Vitória, todos os municípios estão adotando o modelo híbrido de ensino, com alternância de aulas presenciais e on-line

Publicado em 28/02/2021 às 09h22
Atualizado em 28/02/2021 às 09h22
Volta às aulas nas escolas de nível fundamental - Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Major Alfredo Pedro Rabaioli, no bairro Mário Cypreste, em Vitória
Todos os alunos e professores têm que usar máscara nas escolas . Crédito: Fernando Madeira

Secretaria Estadual de Educação (Sedu) recomendou que as aulas presenciais sejam retomadas em todo o Espírito Santo até esta segunda-feira, 1º de março. Na Grande Vitória, todos os municípios estão adotando o modelo híbrido, com alternância de aulas presenciais e on-line. 

Na Capital, o ensino remoto foi retomados desde o dia 22 de fevereiro. O retorno dos alunos às salas de aula, no entanto, acontece a partir desta segunda (1), começando pelas turmas  do ensino fundamental II (do 6º ao 9º ano) e das turmas da Educação de Jovens e Adultos (EJA). 

No dia 15 de março, terá início o ensino presencial para alunos do ensino fundamental I (do 1º ao 5º ano) e no dia 29 de março, para as turmas da educação infantil, grupos 5 e 6. Todas as classes seguirão o modelo híbrido de ensino, com grupos de estudantes se revezando entre aulas presenciais e virtuais.  

Em Vila Velha,  o calendário escolar também teve início no dia 22 de fevereiro com o ensino remoto. Nesta segunda-feira (1), começa o retorno gradativo dos alunos para as escolas, no formato híbrido. De início, as aulas presenciais serão para estudantes do 9° ano e 8ª série do EJA.

Já no dia 15 de março, é a vez dos alunos 5º ao 8º ano do ensino fundamental e da 5ª a 7ª série do EJA. No dia 29, as aulas presenciais com rodízio serão para os estudantes do 1º ao 4º ano do ensino fundamental e da 1ª a 4ª série do EJA. Para a educação infantil, as aulas presenciais com rodízio estão programadas para o dia 13 de abril. 

A Secretaria de Educação da cidade informou que as escolas terão autonomia para organizarem os rodízios em sala. O formato de ensino híbrido vai utilizar o portal municipal "Escola tá ON" e o Google Classroom (sala de aula virtual).

A prefeitura informou que há, ao todo  102 escolas no município, sendo 36 Unidades Municipais de Ensino Fundamental com o 9º ano e 8ª série do EJA, com o retorno presencial nesse primeiro momento de retomada. O número total de alunos matriculados é de 49.829.

Na Serra,  volta às aulas começa nesta segunda-feira (1), com retorno  gradual das turmas às unidades de ensino. Os primeiros a terem aulas presenciais serão os alunos dos 8º e 9º ano do ensino fundamental da EJA. No dia 15 de março retornam o 6ºano  e 7º ano do ensino fundamental e, no dia 29, as turmas do 1º ao 5º ano ensino fundamental.  

Para todas essas classes, o município vai adotar o modelo híbrido, quando em uma semana metade dos alunos vai para a escola e a outra metade fica em casa; e, na semana seguinte, essa ordem é invertida. Já a educação infantil retornará apenas de forma remota, considerando que as crianças menores de cinco anos estão no grupo de risco da Covid-19, informou a prefeitura.

Em Cariacica, o retorno presencial dos alunos acontece na próxima terça-feira (2) para  o ensino fundamental II (6º ao 9º ano) e Educação de Jovens e Adultos (EJA). No dia 16 de março, começam as aulas do ensino fundamental I (1º ao 5º ano) e, no dia 30 de março, têm início as atividades presenciais híbridas da educação infantil para alunos de 4 e 5 anos.  Em Viana, as atividades para todos os estudantes da rede municipal foram retomadas desde o dia 04 de fevereiro, em modelo híbrido.

No formato de ensino híbrido, os gestores serão orientados a dividir as turmas para que parte dos alunos tenham aulas presenciais e outro grupo, aulas em plataformas digitais, em esquema de revezamento. As escolas precisam comunicar às famílias sobre a forma escalonada e sempre observar o Mapa de Risco do governo do Estado, que classifica cada cidade capixaba quanto ao risco de contaminação de Covid-19. As unidades de ensino só podem abrir nos municípios enquadrados como risco baixo ou moderado. O funcionamento fica proibido quando o risco está alto.

As escolas também devem possuir termômetros para aferir a temperatura, álcool em gel, demarcações nos ambientes de sala sinalizando o distanciamento, além de cartazes informativos sobre o enfrentamento à Covid-19, em todo o ambiente escolar. Tanto aluno quanto professores e funcionários têm que usar máscara. 

INTERIOR

A União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) explicou que, embora haja uma recomendação para que todas as escolas estejam abertas até 1º de março, cada município tem autonomia para decidir sobre a data de retorno das aulas e qual modelo será implantado na rede de ensino: presencial, remoto ou híbrido.

No total, cerca de 551 mil estudantes estão matriculados nas 2.223 escolas municipais, localizadas em todo o Espírito Santo. Segundo o Presidente da Undime, Vilmar Lugão de Britto, nesta semana será feito um novo levantamento para acompanhar o retorno das aulas nos municípios. “Apesar de a maioria estar voltando, ainda há cidades onde as atividades escolares continuam suspensas, principalmente no interior do Estado”, salienta.

Nova Venécia, localizada na região Noroeste, por exemplo, já informou que só retornará com as suas atividades remotas apenas no dia 22 de março e não há previsão para o retorno presencial.

A Sedu informou que as escolas da rede pública estadual retornaram com as aulas, no formato híbrido ou remoto, no dia 04 de fevereiro de 2021. A secretaria destacou que "o diálogo, promovido no início deste ano entre a Sedu, Undime e Amunes, teve como objetivo orientar e alinhar para o retorno das atividades". Disse ainda que a rede municipal de ensino possui autonomia para a tomada de decisões sobre calendário e formato das aulas, seguindo os protocolos sanitários estabelecidos. 

CALENDÁRIO DAS AULAS NA GRANDE VITÓRIA

Vitória

1º de março: retorno presencial das turmas do ensino fundamental II (do 6º ao 9º ano) e das turmas da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

15 de março: retorno presencial das turmas do ensino fundamental I (do 1º ao 5º ano).

29 de março: retorno presencial das turmas da educação infantil, grupos 5 e 6.

Serra

1º de março: retorno do 8º e 9º do ensino fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

15 de março: retorno do ensino fundamental (6º e 7º ano).

29 de março: retorno do ensino fundamental (1º ao 5º ano).

Vila Velha 

1º de março: retorno do ensino fundamental ( 9° e 8ª do EJA)

15 de março: retorno do ensino fundamental (5º ao 8º ano do ensino fundamental e da 5ª a 7ª série do EJA).

29 de março: retorno presencial com rodízio para os estudantes do 1º ao 4º ano do ensino fundamental e da 1ª a 4ª série do EJA.

13 de abril: retorno da educação infantil com rodízio

Cariacica

02 de março: início das atividades para ensino fundamental II (6º ao 9º ano) e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

16 de março: início das atividades para ensino fundamental I (1º ao 5º ano)

30 de março: início das atividades presenciais híbridas da educação infantil para alunos de 4 e 5 anos.

Viana

As atividades para todos os estudantes da rede municipal foram retomadas desde o dia 04 de fevereiro, em modelo híbrido.

Educação Pandemia Escolas Públicas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.