ASSINE

ES vai abrir 12 mil vagas em cursos gratuitos para alunos do ensino médio

Programa terá cursos até de instituições internacionais, como o MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts). Entre as oportunidades, 1 mil serão exclusivas para empreendedorismo feminino

Vitória
Publicado em 12/11/2021 às 14h48
on-line; curso; aula; aluno; estudante
Cursos on-line, com duração de 120 horas, vão ser oferecidos para alunos da rede estadual a partir de 2022. Crédito: Julia Cameron/Pexels

Uma plataforma on-line vai disponibilizar 12 mil vagas em cursos de qualificação de graça para estudantes da rede estadual do Espírito Santo. A oferta será feita em 2022 e vai contemplar, em um primeiro momento, alunos que não são atendidos em turmas de tempo integral nas escolas para que tenham a oportunidade de formação continuada, aprimorando os conhecimentos em áreas como ciência e tecnologia.

Os alunos terão opção de cursos até em instituições internacionais. "A pretensão é ter uma plataforma mundial. Então, vamos ter cursos do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), da USP (Universidade de São Paulo). Todas as instituições top do mundo vão estar nessa plataforma", frisou Denio Rebello Arantes, subsecretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, ao apresentar a proposta.

A oferta faz parte de um novo projeto do governo do Estado que lançou, nesta quinta-feira (11), o Sistema Universidade do Espírito Santo (UniversidadES). Um dos eixos de atuação é voltado ao ensino técnico, profissional, à educação financeira e empreendedora. Além das políticas públicas já conhecidas para essa área, como o Qualificar ES e os cursos dos Centros Estaduais de Educação (CEETs), haverá programas de formação continuada, como este dos 12 mil cursos para os alunos da rede estadual.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, explicou que será feita uma licitação para a contratação da plataforma, mas a previsão é de que a oferta seja realizada no primeiro semestre de 2022. Segundo ele, não se trata de curso técnico, mas de uma qualificação com duração média de 120 horas ou cerca de dois meses. Os estudantes que participarem vão receber um certificado.

O processo de licitação, observou o secretário, prevê a contratação de 10 mil vagas e o Estado ganha outras duas mil, das quais metade será voltada para empreendedorismo feminino.

O enfoque da formação será no chamado STEAM, sigla em inglês para Science (Ciências), Technology (Tecnologia), Engineering (Engenharia), Arts (Artes) e Mathematics (Matemática). Os estudantes terão uma trilha de cursos a seguir e, segundo Tyago Hoffmann, esses aspectos estão em definição junto à Secretaria de Estado da Educação (Sedu).

Além dos cursos para os alunos do ensino médio, o UniversidadES apresentou também a oferta de 500 vagas de graduação e 500 de pós-graduação para 2022, numa parceria do Estado com o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), instituição vinculada ao governo paulista. 

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Educação IFES Sedu UFES Governo do ES cursos es Educação

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.