ASSINE

Covid-19: ES começa a vacinar idosos a partir de 80 anos

A imunização desse grupo começa nesta quinta-feira (25) no posto de saúde do bairro Vale Encantado, em Vila Velha

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 25/02/2021 às 10h11
Atualizado em 25/02/2021 às 12h52
Vacinação drive-thru contra a covid-19 no Parque da Cidade, em Brasília
Novas doses recebidas no ES serão usadas em idosos e profissionais da Saúde. Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com a chegada de uma nova remessa de vacinas contra a Covid-19 ao Espírito Santo, os idosos com idade entre 80 e 84 anos começam a ser vacinados a partir das 8h desta quinta-feira (25). Os imunizantes também serão usados para finalizar a vacinação do grupo de 85 a 89 anos e mais profissionais de Saúde. 

O início da vacinação desse público é acompanhada pelo governador Renato Casagrande (PSB) no posto de saúde do bairro Vale Encantado, em Vila Velha.

No total, foram enviadas pelo Ministério da Saúde ao Estado 61 mil doses de vacinas para dar continuidade à campanha de vacinação contra o coronavírus, sendo 38 mil frascos da AstraZeneca/Oxford e 23 mil da Coronavac, produzida pela parceria entre o laboratório Sinovac e o Instituto Butantan.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), o ministério, por meio do Programa Nacional de Imunização, definiu o envio de 100% de doses para completar a imunização de idosos de 85 a 89 anos, mais 24% da população de 80 a 84 anos e 8% para trabalhadores da saúde. O quantitativo enviado obedece a critérios de proporcionalidade das populações dos grupos prioritários.

Para o esquema de aplicação, o Estado seguirá a orientação do Ministério da Saúde de uso de todas as primeiras doses da AstraZeneca/Oxford, com a garantia de envio da segunda dose posteriormente, uma vez que tem intervalo de 12 semanas. Já no caso da Coronavac serão reservadas as ampolas da segunda dose, para aplicação em intervalo de até quatro semanas.

As novas doses estão armazenadas na Central Estadual de Rede de Frio, localizada em Vitória, para cadastramento, e devem ser distribuídas aos municípios da Região Metropolitana e regionais de saúde do Norte, Sul e Central a partir de quinta-feira (25). A partir daí, elas serão aplicadas na população.

PRIMEIRA FASE

O público prioritário da primeira fase da campanha de vacinação foi definido pelo Ministério da Saúde é formado pelos trabalhadores da saúde; pessoas maiores de 60 anos residentes em instituições de longa permanência; pessoas maiores de 18 anos com deficiência residentes em Residências Inclusivas; indígenas aldeados; e idosos acima dos 75 anos.

Por causa da escassez de vacinas no Brasil, segundo a Sesa, o Estado pactuou com os municípios medidas por meio da Comissão Intergestores Bipartite, visando a garantir a vacinação de forma ordenada aos trabalhadores da saúde e aos idosos, com resoluções de escalonamento dos grupos até a sua totalidade. Para os demais grupos foram garantidos 100% da vacinação ao total da sua população, tanto da primeira quanto da segunda dose.

O Estado apresenta 81% da população de trabalhadores da saúde imunizada e antecipou, desde o último dia 17 de fevereiro, a vacinação de idosos de 85 a 89 anos. Em relação aos idosos, a orientação aos municípios é, de acordo com a Resolução CIB Nº013, ao atingir 90% da imunização de um grupo, ampliar a vacinação para o grupo seguinte, de acordo com a disponibilidade da vacina.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.