ASSINE

Covid-19: "ES não está isento de situação grave. Não podemos relaxar"

Afirmação é do governador Renato Casagrande, que alertou sobre cenário crítico de outros Estados e possíveis pioras em território capixaba

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 26/02/2021 às 19h41
Governador do Espírito Santo, Renato Casagrande fez um pronunciamento por volta das 18h desta sexta-feira (26)
Governador do Espírito Santo, Renato Casagrande fez um pronunciamento por volta das 18h desta sexta-feira (26). Crédito: Reprodução | Governo do Espírito Santo

Espírito Santo não está imune a consequências graves decorrentes do agravamento da pandemia que já é realidade para boa parte do território brasileiro. Este é o recado dado pelo governador Renato Casagrande, no pronunciamento transmitido ao vivo pela internet, no início da noite desta sexta-feira (26).

Durante a fala, ele afirmou que mais de 20 Estados estão enfrentando dificuldades para garantir acesso aos leitos hospitalares para todos os pacientes com Covid-19 e alertou que a atual disponibilidade de vagas em território capixaba pode ser afetada devido ao contágio mais intenso em um futuro próximo.

Renato Casagrande

Governador do Espírito Santo

"A pandemia está crescendo no Brasil, e o ES não está isento de ter uma situação mais grave. Já vimos que, quando a transmissão chega com força, o número de leitos ocupados aumenta muito rapidamente. Por isso, não podemos relaxar"

Ao revelar a preocupação, o governador também disse que o Espírito Santo vive um cenário de estabilidade nas mortes pelo novo coronavírus, com uma singela melhora em relação a dezembro e janeiro. No entanto, ressaltou que o patamar ainda é elevado: com uma média de 20 vidas perdidas por dia.

"Fevereiro tem se comportado com um número de óbitos menor, com uma alteração para baixo muito pequena. É uma estabilidade que não permite que a gente possa ser flexível ou não ter os cuidados necessários. É uma situação que exige cuidado de todos nós, do Governo e de cada um", defendeu Casagrande.

1.582 mortes

pela Covid-19 foram registradas no Brasil nessa quinta-feira (25)

Ainda durante o pronunciamento, o governador lembrou a recente e triste marca que o Brasil atingiu. "Ontem foi registrado o maior número de óbitos em um único dia. Esse número assusta e tem que assustar mesmo. As pessoas têm que se sensibilizar sobre o número de pessoas que perdem a vida", defendeu.

Atualmente, o Espírito Santo já contabilizou mais de 6.380 óbitos, sendo 26 só nesta sexta-feira (26). Vale lembrar também que, nesta semana, o Estado voltou a ter mais de 500 internados em UTIs. "Ainda estamos recebendo poucas vacinas e precisamos seguir com trabalho intenso", concluiu Casagrande.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.