ASSINE

Chuvas do final de semana deixam 388 pessoas fora de casa no ES

Conforme boletim da Defesa Civil Estadual, emitido na manhã desta segunda (10), são 371 desalojados e 17 desabrigados em oito municípios do Espírito Santo

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 10/01/2022 às 08h32
Rio transborda e deixa 283 pessoas desalojadas em Castelo
Vários bairros de Castelo ficaram inundados na manhã deste domingo (9). Crédito: Redes sociais

Um boletim da Defesa Civil Estadual apontou que 388 pessoas tiveram que deixar suas casas por conta das fortes chuvas que atingiram o Espírito Santo desde o sábado (8). Conforme o documento, emitido na manhã desta segunda-feira (10), são 371 desalojados (quando a pessoa pode ter ido para a casa de vizinhos ou parentes) e 17 desabrigados (quando a pessoa não tem para onde ir e depende de um abrigo).

O levantamento indica que oito municípios tiveram pessoas atingidas por desastres. Castelo, na região Sul do Estado, teve o maior número de afetados, com 160 desalojados.

  • Afonso Cláudio: 19 desalojados e dois desabrigados
  • Alegre: dois desalojados
  • Apiacá: seis desabrigados
  • Bom Jesus do Norte: 78 desalojados e cinco desabrigados
  • Castelo: 160 desalojados
  • Ibatiba: 100 desalojados
  • Mimoso do Sul: 12 desalojados
  • Muqui: quatro desabrigados

Este vídeo pode te interessar

Das cidades afetadas, seis possuem alertas em vigência emitidos pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). Alegre, Castelo e Ibatiba, inclusive, possuem dois alertas simultâneos, para risco hidrológico e risco de movimentação de massas, ou seja, de deslizamentos de terras. 

  • Ibatiba: risco alto de movimento de massas e risco hidrológico moderado
  • Muqui: risco moderado de movimento de massas
  • Alegre: risco hidrológico alto e risco moderado de movimento de massas
  • Castelo: risco hidrológico moderado e risco moderado de movimento de massas
  • Mimoso do Sul: risco moderado de deslizamento de massas
  • Afonso Cláudio: risco moderado de movimento de massas

Ainda conforme o levantamento, há outros 29 alertas para as cidades capixabas. Oito deles são de risco alto, segundo o boletim da Defesa Civil Estadual. Guaçuí, Iúna e Ibitirama possuem avisos de deslizamentos, enquanto Linhares Colatina e Baixo Guandu para risco hidrológico. Cachoeiro de Itapemirim possui alertas para as ambos os desastres.

IBATIBA É A CIDADE ONDE MAIS CHOVEU NO ES EM 24H

Ibatiba, no Sul do Estado, foi a cidade do Espírito Santo que registrou o maior volume de chuvas nas últimas 24 horas, ainda com informações do Boletim da Defesa Civil expedido na manhã desta segunda-feira (10). De acordo com o documento, foram 95 mm observados no período.

Em seguida, vêm os municípios de Pancas (93,8 mm) e Ibitirama (63,4 mm). A única cidade da Grande Vitória na lista é Guarapari, que foi a 13ª cidade com o maior volume de chuvas, com 37 mm. Confira a lista:

  1. Ibatiba 95.0
  2. Pancas 93.8
  3.  Ibitirama 63.4
  4. Iúna 63.0
  5. Afonso Cláudio 57.9
  6. Irupi 53.0
  7. Castelo 50.4
  8. Venda Nova do Imigrante 46.2
  9. Muqui 45.8
  10. Cachoeiro de Itapemirim 43.3
  11. Mimoso do Sul 40.8
  12. Guaçuí 37.0
  13. Guarapari 35.6
  14. Alegre 35.4
  15. Itapemirim

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.