ASSINE

Apesar de antecipação de feriados em Vitória, calendário religioso é mantido

Os três feriados antecipados são religiosos: Nossa Senhora da Penha (12 de abril), Corpus Christi (3 de junho) e  Nossa Senhora da Vitória (8 de setembro). No calendário civil, datas foram antecipadas para esta semana, entre terça (30) e quinta-feira (1°)

Publicado em 29/03/2021 às 14h07
Romaria das Famílias marca a edição de 2020 da Festa da Penha virtual. A procissão foi transmitida ao vivo pelo G1/ES e pela Rádio Gazeta FM
Aniversário de Nossa Senhora da Penha será celebrado em 12 de abril, como manda o calendário religioso. Crédito: Adessandro Reis

O prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini (Republicanos), sancionou a lei municipal que estabelece um "feriadão" na Capital a partir desta terça-feira (30). Com a antecipação de três feriados, a Capital capixaba terá nesta semana seis dias de folga no calendário: de terça até o Domingo de Páscoa (4). No entanto, nada mudará no que diz respeito ao calendário religioso em Vitória.

Os três feriados antecipados pela legislação municipal são religiosos: Nossa Senhora da Penha, que seria no dia 12 de abril e passará para esta terça-feira (30) ; Corpus Christi, que seria no dia 3 de junho e vai ser nesta quarta-feira (31) e Nossa Senhora da Vitória – aniversário da Capital –, que seria no dia 8 de setembro e será na quinta-feira (1º de abril). No entanto, mesmo que no calendário civil esses dias não sejam contados como feriado nos seus meses de origem (abril, junho e setembro), as celebrações religiosas nessas datas não sofrerão alterações e serão mantidas.

De acordo com a Arquidiocese de Vitória, conforme a tradição católica o dia de Nossa Senhora da Penha será comemorado no dia 12 de abril, assim como o dia de Corpus Christi, que será celebrado no dia 3 de junho e o dia de Nossa Senhora da Vitória (também aniversário da cidade), que tem celebração mantida para 8 de setembro. As missas vão acontecer conforme o calendário religioso, ainda que a população de Vitória não tenha direito a folga nesses dias. 

"O calendário religioso não será alterado, ou seja, as três festas serão celebradas obedecendo ao calendário religioso", informou a Arquidiocese por meio da assessoria de imprensa.

ARCEBISPO CRITICOU ANTECIPAÇÃO DOS FERIADOS

Autoridade máxima da Arquidiocese de Vitória, o religioso classificou a atitude como uma "indelicadeza e falta de educação". Na fala que durou mais de quatro minutos, ele afirmou que os católicos foram tratados "como um bando sem rumo, sem direção, como um qualquer. E pior: (por alguém que) se diz católico".

A Gazeta integra o

Saiba mais
Vitória (ES) religião Arquidiocese de Vitória Quarentena no es

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.