ASSINE

Primeiro festival de premiação circense do ES entra em cena nesta semana

Realizado pelo circo Le Peppe, há mais de 27 anos instalado em terras capixabas, o evento contará com recursos da Lei Aldir Blanc e terá atrações divididas em quatro categorias: Solo, Aérea, Cômica e Ineditismo

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 17/05/2021 às 14h02
Festival de premiação circense
A categoria cômica do festival prestigiará os palhaços. Crédito: Instagram | @festpremiodecirco

O circo está em voga no Espírito Santo. Nos dias 22, 23, 28, 29 e 30 deste mês, o Festival de Premiação Circense entra em cena. Realizado pelo Circo Le Peppe, com transmissão no Youtube e Facebook, às 19h, o evento vai premiar as atividades circenses em quatro categorias: Solo, Aérea, Cômica e Ineditismo.

O evento é realizado com recursos da Lei Aldir Blanc e promete, além de levar entretenimento ao público, incentivar os artistas da área que estão sofrendo com a pandemia. De acordo com Wender Caitano, de 39 anos, conhecido como 'palhaço Le Peppe' e dono do circo de mesmo nome, as expectativas são as melhores possíveis, já que o setor está parado há mais de um ano.

Para ele, além dos artistas estarem ansiosos, o público também será presenteado, já que anseia pelo retorno das atividades. "Todo mundo estará no conforto de casa e vai poder nos prestigiar. Buscamos artistas de todos os cantos do Estado. As atrações serão bem mistas, com atrações circenses feitas no chão (solo), como malabaristas, outras no alto, como os trapezistas, palhaços e derivados da música e do teatro, unidos pela linguagem do circo", afirmou.

Wender Caitano

Palhaço Le Peppe

"Nossa família Le Peppe Circo está no Estado há tantos anos e não é à toa. Como a gente é nômade, poderíamos ir para outro lugar, mas aqui sempre foi muito acolhedor. O público capixaba gosta de cultura, teatro, circo, congo. No momento, o cenário aqui é parecido com o nacional, que está precário por conta da pandemia"

Para os participantes, o festival traz alento em um período de crise. Somente com a seleção para se apresentar, o artista recebe R$ 150, podendo concorrer ainda a prêmios de R$ 1 mil, R$ 2 mil e R$ 3 mil.

O circo no ES
Premiação circense contará com 4 categorias. Crédito: Edvaldo Silva

EXPECTATIVAS

Wander conta que está otimista com a expectativa de público para o evento. Pelas redes sociais, amigos compartilharam a novidade até alcançar mexicanos e russos.

"Conhecemos muita gente do segmento. Foi até feita uma campanha de incentivo mundial para que assistam ao festival. Estamos com uma expectativa muito positiva. É o melhor sentimento do mundo que temos. Neste projeto, pensamos nos demais profissionais, tentamos contemplar o máximo possível dos artistas, desde quem fez arte no sinal, vendendo bola, pintando casa, até os que estiveram trabalhando em outras áreas para sobreviver", afirmou.

Para o futuro, o palhaço permanece positivo. Enquanto amigos dizem que o circo vai acabar, ele pensa que, pelo contrário, o setor irá crescer. "Acho que as pessoas vão começar a dar valor. Quando a gente vai perdendo, vem a falta e damos importância. O circo é uma das poucas culturas que as pessoas podem ir em família, porque não tem maldade. É possível assistir com as crianças, adolescentes, pai, avô. Acho que será muito legal quando puder aglomerar, depois da vacina, claro", finalizou.

SERVIÇO

1º Festival de Premiação Circense do Espírito Santo

  • Quando: dias 22, 23, 28, 29 e 30 de maio, às 19h
  • Onde assistir: canal no Youtube e pelo Facebook
  • Site oficial: Fest Prêmio de Circo
Cultura teatro youtube Arte

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.