ASSINE

Presidente da Fundação Palmares diz que já sente saudade do Carnaval sem lixo e cheiro de urina

Camargo fala em 'melhor Carnaval de todos os tempos'; média de mortes tem se mantido acima de 1.000 por dia no Brasil

Publicado em 17/02/2021 às 17h58
Atualizado em 17/02/2021 às 17h58
O presidente Jair Bolsonaro e Sergio Camargo
O presidente Jair Bolsonaro e Sergio Camargo. Crédito: Reprodução

Presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo escreveu nesta quarta-feira (17) que o Carnaval de 2021, quando as festas e eventos foram cancelados devido à pandemia do novo coronavírus, foi o melhor "de todos os tempos".

Nas últimas semanas, a média de mortes por Covid-19 tem se mantido acima de 1.000 no Brasil, o que representa um patamar bastante alto, mostrando que a pandemia está em ritmo acelerado.

"O melhor Carnaval de todos os tempos, infelizmente, acabou. Já estou sentindo saudades. Que os próximos sejam come [sic] este! Apreciamos a paz e a tranquilidade, ruas sem montanhas de lixo e livres do forte odor de urina de bêbados e drogados", escreveu Camargo.

Dados reunidos pelo jornal Folha de S.Paulo com base nos festejos de 2020 indicam que pelo menos R$ 8 bilhões deixarão de circular na economia por causa do cancelamento do Carnaval. Cerca de 25 mil empregos temporários também não serão criados, segundo estimativa da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.