ASSINE

"Julho das Pretas": Mucane recebe projeto artístico com temática antirracista

Coordenado e produzido por mulheres pretas, o projeto "Erù-Iyá: Movimentos Antirracistas" será lançado às 16h desta sexta (16)

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 16/07/2021 às 11h39
Produção do projeto Erù-Iyá: Movimentos Antirracistas
Produção do projeto Erù-Iyá: Movimentos Antirracistas. Crédito: Ana Luzes

Um projeto que trata a compreensão da multiplicidade feminina, propõe a discussão de gênero e tensiona o entendimento do que é ser mulher na sociedade brasileira. Idealizado e produzido por pessoas pretas, "Erù-Iyá: Movimentos Antirracistas" será lançado no Museu Capixaba do Negro Verônica da Pas (Mucane), em Vitória, nesta sexta-feira (16).

Coordenado pela curadora-educadora Mara Pereira, a proposta traz à tona uma produção artística em perspectiva antirracista, em diversos formatos e narrativas e contará com uma exposição, um podcast, rodas de conversa e uma formação de professores.

A exposição conta com obras das artistas visuais capixabas Kika Carvalho e Castiel Vitorino Brasileiro e do artista carioca e Yhuri Cruz, que estarão presentes no evento de abertura. Além das obras, a exposição terá as vozes em relatos e leituras de convidadas de diversas áreas do conhecimento.

Mara Pereira

Curadora

"É um projeto que nasce a partir de experiências tanto no campo da educação quanto das artes visuais e da relação com diferentes campos de conhecimento, e muito também, a partir da aproximação e da vivência com as religiões de matriz africana e afrobrasileira"

Quem for ao Mucane vai descobrir que Erù-Iyá foi pensado como um projeto de educação, que compreende uma exposição com obras de artistas visuais e 14 vozes ressoando no ambiente. O assunto? De acordo com Mara, as convidadas falam sobre questões que dizem respeito a ser mulher, “são diferentes sentidos de ser mulher preta”, enfatizou.

A exposição marcada por experiências sensoriais ficará aberta para visitação até 19 de setembro. As outras atividades  acontecerão durante os meses de julho, agosto e setembro. As informações sobre o projeto estão disponíveis no Instagram @projetoeruiya.

Mara Pereira é a curadora do projeto
Mara Pereira é a curadora do projeto. Crédito: Divulgação/Assessoria

CELEBRAÇÃO

A data de abertura das portas do museu neste mês foi proposital. É que no dia 25 de julho é celebrado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, data em que as mulheres negras, indígenas e de comunidades tradicionais refletem e fortalecem as organizações voltadas às mulheres negras e suas diversas lutas.

“É o 'Julho das Pretas', um mês onde comemoramos e celebramos nossa existência, nosso processo de criação, de produção e de resistência em uma sociedade que compreendemos, entendemos e experienciamos ela como uma sociedade patriarcal, racista, sexista, com todas as discriminações que atravessam os nossos corpos”, declarou.

PROGRAMAÇÃO

  • ERÙ-IYÁ: MOVIMENTOS ANTIRRACISTAS - MUCANE

  • Abertura: Sexta-feira (16/07), às 16h
  • Visitação: 17/07 a 19/09/2021
  • Terça a sexta: 9h às 18h
  • Sábado: 9h às 14h
  • Visitas mediadas em grupo: Máximo de 15 pessoas. 
  • Agendamento por e-mail: [email protected]

  • PODCAST - ERÙ-IYÁ: MOVIMENTOS ANTIRRACISTAS
  • Lançamento 17/07

  • RODAS DE CONVERSA | YOUTUBE
  • Quinta-feira (22/07), das 19h às 21h
  • Produção de imaginários antirracistas: arte-cultura-educação
  • Kika Carvalho (ES), Yhuri Cruz (RJ) e Mara Pereira (RJ/ES)

  • Quinta-feira (29/07), das 19h às 21h
  • [auto]cuidado, [auto]cura: arte, ervas, afetos, psique
  • Castiel Vitorino Brasileiro (ES), Rebeca Ribeiro (BA/ES), Sonia Rodrigues (ES) e Yasmin Ferreira (Véia do Patuá) (ES)

  • Quinta-feira (5/8), das 19h às 21h
  • Mulheres, crianças, maternidades pretas
  • Renata Costa (ES), Munah Malek (ES), Bárbara Cazé (BA/ES), Tatiana Henrique (RJ) e Nathalia Grilo Cipriano (BA/RJ)

  • ENCONTRO COM PROFESSORAS/ES (VIRTUAL)
  • Sábado (14/8), das 10h às 12h
  • Inscrições: início em 26/07/2021 |
  • https://linktr.ee/projetoeruiya
  • Vagas limitadas: 40 pessoas
  • A partir de 18 anos
  • Plataforma on-line, com emissão de certificado

  • Mais informações: site do projeto e [email protected]

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.