ASSINE

Em reforma, Teatro Municipal de Vila Velha será entregue em 2022

Obras no local começaram nesta quarta-feira (13). Praça Duque de Caxias, onde fica localizado o aparelho cultural, também deve ganhar obras de melhorias estruturais

Vitória
Publicado em 14/10/2021 às 08h00
O Teatro Municipal Élio de Almeida Vianna, em Vila Velha, ganhará edital de ocupação em 2020
O Teatro Municipal Élio de Almeida Vianna, em Vila Velha, será reformado. Crédito: Comunicação PMVV/Divulgação

Anunciada no início do ano, a reforma do Teatro Municipal de Vila Velha, localizado na Praça Duque de Caxias, no Centro, teve início nesta quarta-feira (13). O imóvel, que está fechado desde 2019, passará por uma adequação de acessibilidade para portadores de necessidades especiais.

“A acessibilidade é fundamental. Vamos adaptar os banheiros, instalar elevadores, melhorar a parte acústica e colocar ar condicionado”, adiantou o subsecretário de cultura de Vila Velha, Manoel Goes.

A obra, que custaria R$ 2,2 milhões, teve uma queda em seu valor. Segundo a engenheira responsável pela obra, Rose Portela, a reforma vai custar certa de R$ 1,7 milhão e a previsão é de que o espaço fique pronto em novembro de 2022.

Entre os anos 1960 e 1990, o espaço foi a sede da Prefeitura e da Câmara de Vila Velha. Com a mudança das duas sedes, transformou-se no centro cultural da cidade, com o nome Teatro Municipal Hélio de Almeida Viana.

Por ser um prédio histórico, a arquitetura não pode ser modificada. A engenheira responsável pela obra, Rose Portela, explicou como será a reforma.

“A obra é uma manutenção no prédio, uma restauração. Vão ser criadas rampas de acesso para portadores de necessidades especiais, o que não existia no local. Não vai ser mexido, apenas recuperado o que estiver danificado. Não vai ter modificação em termos de ampliação”, ressaltou.

A reforma é uma das ações do governo do Estado tem para 2021 e também é parte do plano da pasta do Executivo Estadual de dar suporte e ajuda os municípios a terem condições de sediar atividades culturais. Em entrevista ao Divirta-se no início do ano, o secretário de Estado da Cultura, Fabrício Noronha, disse que a obra é considerada de grande porte, já que compreende reformas em toda a estrutura do teatro.

"A parte do acesso, entrada principal, entrada secundária, banheiros, adaptação para acessibilidade, acesso ao palco e camarim, fachada, todos os tipos de revestimento, sistema elétrico, de climatização, cabeamento... E ainda neste mês vamos abrir a licitação", disse Noronha, em janeiro.

PRAÇA DUQUE DE CAXIAS

Também já se fala em um projeto para a praça Duque de Caxias, no centro do município. Segundo informações, o local deve receber uma reestruturação em breve.

“Temos um projeto para a praça Duque de Caxias, a obra deve acontecer em paralelo com a obra do Teatro. É um local que precisa ficar mais vivo, tem o Titanic, que é lindo”, revelou o subsecretário de Cultura, Manoel Goes.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.