ASSINE

Vale retoma parcialmente operações em Minas Gerais após uma semana

Com as condições de segurança restabelecidas, a mineradora reiniciou as atividades no Sistema Sudeste; a circulação de trens na Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) foi retomada no trecho Rio Piracicaba-João Monlevade

Publicado em 17/01/2022 às 09h23

Vale informou nesta segunda-feira (17) que retomou, parcial e gradualmente, as operações em Minas Gerais após interrompê-las no dia 10 de janeiro devido às fortes chuvas que atingiram a região na semana passada. Com as condições de segurança restabelecidas, a mineradora reiniciou as atividades no Sistema Sudeste, onde a circulação de trens na Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) foi retomada no trecho Rio Piracicaba-João Monlevade. Assim, a expedição da produção de Brucutu e Mariana já estão ativas.

De acordo com comunicado enviado à Comissão de Valores Imobiliários (CVM), o ramal de BH, responsável pelo transporte de carga geral, ainda está paralisado, de modo que a companhia estuda alternativas logísticas para o retorno definitivo.

Trem de carga da Vale transportando minério na ferrovia Vitória x Minas, em Serra, ES.
Trem de carga da Vale transportando minério na ferrovia Vitória x Minas. Crédito: Vitor Jubini

Já no Sistema Sul, foram retomados alguns acessos rodoviários e viabilizados alguns alternativos. Trechos da MRS Logística tiveram sua circulação de trens liberada, com previsão de liberação de novos trechos ao longo da semana. Também já estão ativas as usinas de Abóboras, Vargem Grande, Fábrica e Viga.

Este vídeo pode te interessar

A Vale estima um impacto de cerca de 1,5 mil toneladas na produção e compra de minério de ferro com as paralisações. Apesar dos efeitos, a mineradora reitera seu "guidance" de produção de minério de ferro de 320 mil a 335 mil toneladas para 2022.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.