ASSINE

Trabalhadores esquecem R$ 523 milhões no PIS/Pasep; veja como receber

Ao todo, 561 mil trabalhadores deixaram de retirar o abono salarial. Entenda quem tem direito, como consultar e sacar o benefício na Caixa ou Banco do Brasil

Tempo de leitura: 4min
Publicado em 07/04/2022 às 15h55
atendimento em agência da caixa. fgts
Atendimento de PIS para trabalhadores em agência da Caixa de Jardim Camburi, Vitória. Crédito: Geraldo Campos Jr

Mais de R$ 523 milhões do PIS/Pasep referentes a 2020 ainda não foram sacados e ficarão disponíveis até 29 de dezembro. No total, 561 mil trabalhadores deixaram de retirar o abono salarial, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência.

Do total que não sacou os valores conforme o calendário oficial de liberações, 71% são de servidores públicos e militares, que recebem o Pasep pelo Banco do Brasil.

Os trabalhadores elegíveis do setor privado têm o mesmo prazo para sacar o PIS, pela Caixa Econômica Federal.

TEM DIREITO AO ABONO DO PIS/PASEP QUEM

  • Trabalhou com carteira assinada ou como servidor por, no mínimo, 30 dias, consecutivos ou não, em 2020;
  • Está cadastrado no programa ou no Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais) há pelo menos cinco anos — ou seja, o primeiro emprego com carteira assinada deve ter ocorrido em 2015 ou antes;
  • Recebeu até dois salários mínimos médios de remuneração mensal no ano-base, o que corresponde a R$ 2.090, considerando-se o salário mínimo de R$ 1.045 vigente em 2020;
  • Teve seus dados informados pelo empregador (pessoa jurídica ou governo) corretamente na Rais ou no e-Social.

O Ministério do Trabalho e Previdência começou a receber, nesta terça-feira (5), os recursos administrativos de quem não foi habilitado, mas entende que tem direito a receber o abono.

É necessário enviar um email para [email protected], trocando o trecho "uf" pela sigla do estado de residência. Para quem é de São Paulo, o email é [email protected], por exemplo.

O BENEFÍCIO PODE SER CONSULTADO

  • Pelo telefone: pelo número 158
  • No aplicativo Carteira de Trabalho Digital: o aplicativo pode ser baixado ou atualizado em celulares com sistema operacional Android e sistema iOS. Segundo o ministério, é "extremamente recomendável" que os trabalhadores atualizem para a última versão do aplicativo. Sem a atualização não será impossível verificar o direito, o valor do abono, o dia e o banco para recebimento.
  • No portal gov.br: o site dá acesso às mesmas informações sobre o abono da Carteira de Trabalho Digital

COMO SACAR O PIS

Clientes da Caixa recebem o dinheiro automaticamente na conta-corrente ou na poupança. Caso estejam no calendário oficial e não tenham tido o crédito, a indicação é fazer uma consulta por meio de seu extrato bancário.

Quem não tem conta na Caixa recebe os valores em uma poupança social digital, aberta pela Caixa e que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. Nele, é possível pagar boletos, fazer compras ou transferir o dinheiro para outra conta bancário. O saque também é permitido, após gerar uma senha.

Se mesmo assim os valores não tiverem sido disponibilizados, quem tem Cartão do Cidadão e senha pode sacar o abono nos caixas eletrônicos, nas lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui.

Para o trabalhador que não possui nem conta na Caixa nem Cartão do Cidadão e senha, os saques devem ser feitos em uma agência da Caixa mediante apresentação de documento oficial com foto.

COMO SACAR O PASEP

O pagamento do Pasep é feito aos servidores públicos conforme o número final da inscrição. Quem é cliente do Banco do Brasil recebe direto em conta. Quem ainda não recebeu terá até o dia 29 de dezembro para reclamar os valores.

Nos caixas eletrônicos do Banco do Brasil ou no portal www.bb.com.br/pasep, o trabalhador pode fazer a transferência por meio de TED (Transferência Eletrônica Disponível) para sua conta bancária.

É preciso informar o número de inscrição no Pasep, CPF e data de nascimento. Também é possível realizar o saque nas agências do Banco do Brasil, apresentando documento oficial de identidade, como RG, passaporte ou CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

320 MIL AINDA NÃO SACARAM O ABONO DE 2019

Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, mais de 320 mil trabalhadores não sacaram os valores do abono do PIS/Pasep referentes a 2019, acumulando R$ 208 milhões que ainda estão disponíveis. A retirada, no entanto, só poderá ser feita após a liberação de um sistema por parte do governo, o que ainda não ocorreu.

Este vídeo pode te interessar

A informação anterior era de que os trabalhadores podiam pedir o abono de 2019 após 31 de março. No entanto, em nova informação, o governo afirma que os sistemas ainda estão sendo adaptados pela Dataprev (empresa de tecnologia federal) e devem ficar prontos até 31 de maio.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.