ASSINE
Confira as principais notícias sobre economia do Brasil e do mundo: inflação, juros, carga tributária, mercado financeiro, finanças, negócios, Previdência e muito mais.

Soja deve ter recorde de 134,0 milhões de toneladas em 2021, diz IBGE

Segundo os dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de setembro, a produção do grão deve crescer 10,3%;  a área do plantio também cresceu 4,8% no país

Publicado em 07/10/2021 às 14h12
Máquina agrícola durante plantio de soja no Paraná
Máquina agrícola durante plantio de soja no Paraná. Crédito: Mauro Zafalon /Folhapress

O Brasil deve colher novo recorde de soja em 2021, segundo os dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de setembro, divulgado nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A produção da soja deve crescer 10,3% ante 2020, totalizando 134,0 milhões de toneladas.

Já a safra de arroz será 4,4% maior, somando 11,5 milhões de toneladas.

O cultivo de algodão herbáceo deve cair 17,7%, para um total de 5,9 milhões de toneladas.

Quanto ao milho, a expectativa é de um recuo de 16,4% na produção, por causa de uma redução de 3,2% no milho de primeira safra, além de queda de 21,0% no milho de segunda safra. A produção total de milho será de 86,3 milhões de toneladas em 2021.

O arroz, o milho e a soja são os três principais produtos da safra nacional de grãos, que, somados, representaram 92,4% da estimativa da produção e responderam por 87,7% da área a ser colhida.

A área a ser colhida de milho aumentou 6,1% ante 2020, com alta de 1,4% no milho de primeira safra e elevação de 7,8% no milho de segunda safra.

A área de soja cresceu 4,8%, enquanto a de algodão herbáceo caiu 16,0%. Houve estabilidade na área a ser colhida de arroz.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.