ASSINE

Morte de Bibi Ferreira faz um ano e dama do teatro ganha fotobiografia

Obra começa a ser vendida no dia 28 de fevereiro e terá sua segunda versão inédita lançada pela Raman Entretenimentos

Publicado em 19/02/2020 às 09h03
A artista Bibi Ferreira. Crédito: Selmy Yassuda/Reprodução/Facebook Bibi Ferreira
A artista Bibi Ferreira. Crédito: Selmy Yassuda/Reprodução/Facebook Bibi Ferreira

Quem assistia a um espetáculo de Bibi Ferreira tinha a impressão de que a dama do teatro brasileiro não nos deixaria nunca (a vitalidade dela aos 96 anos era inacreditável). Pensar que nesta quinta-feira (13) sua morte completou um ano, então, é mais surreal ainda. Mas a data virá acompanhada de homenagem.

A coluna descobriu que no dia 28 de fevereiro, data que marca o aniversário de carreira da artista, começam as vendas de uma segunda versão de fotobiografia inédita que conta vida e obra de Abigail Izquierdo Ferreira. A publicação será lançada pela Raman Entretenimentos.

 . Crédito: Raman Entretenimentos/Divulgação
 . Crédito: Raman Entretenimentos/Divulgação

As fotos vão ilustrar desde o nascimento da atriz, cantora, compositora e diretora, em 1º de junho de 1922 no Rio de Janeiro, até o anúncio de sua morte, em 13 de fevereiro de 2019, feito pelo New York Times.

Em breve, um box com todos os CDs de Bibi também será lançado no mercado em parceria com a Biscoito Fino.

Capa da segunda edição inédita da fotobiografia de Bibi Ferreira. Crédito: Nilson Raman/Raman Entretenimentos
Capa da segunda edição inédita da fotobiografia de Bibi Ferreira. Crédito: Nilson Raman/Raman Entretenimentos
 . Crédito: Selmy Yassuda/Reprodução/Facebook Bibi Ferreira
 . Crédito: Selmy Yassuda/Reprodução/Facebook Bibi Ferreira

BIBI FERREIRA CHAMAVA VITÓRIA DE MINI RIO

Pelas suas passagens em Vitória, no Espírito Santo, a artista não só encantava pela simpatia como também cativava o público demonstrando carinho real pelos fãs capixabas.

A cantora Bibi Ferreira, quando recebeu o jornalista Pedro Permuy em ensaio geral de seu espetáculo
A cantora Bibi Ferreira, quando recebeu o jornalista Pedro Permuy em ensaio geral de seu espetáculo "4X BIBI", em Vitória, em 2017 com a Orquestra Camerata Sesi. Crédito: Pedro Permuy

Por duas vezes este colunista foi recebido no camarim da cantora em oportunidades diferentes em que ela se apresentou no Estado. Em uma delas, Bibi estendeu o convite para ver de perto o ensaio geral com a Orquestra Camerata Sesi. Mais precisamente em 2017.

E só fiz questão de registrar isso aqui para dizer que, como eu, os que gostavam e admiravam o trabalho de Bibi e eram fãs da trajetória que ela trilhou sentem, sim, saudade. Mas se consolam nas melhores lembranças que ela deixou.

Espírito Santo espírito santo teatro

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.