ASSINE
O cotidiano das nossas cidades, a cultura, a política, a economia e o comportamento da sociedade estão no foco da coluna, que também acompanha de perto as políticas públicas e suas consequências para os cidadãos

Serra é a cidade que mais perdeu receita na Grande Vitória com a pandemia

Todas as quatro maiores cidades da Região Metropolitana foram impactadas

Publicado em 11/09/2020 às 05h01
De janeiro a julho, a receita da Serra caiu 40,98%
De janeiro a julho, a receita da Serra caiu 40,98%. Crédito: Divulgação

pandemia do novo coronavírus deu um golpe pesado nas finanças dos municípios da Grande Vitória. Segundo o painel CidadES, do Tribunal de Contas do Estado, a Serra foi a cidade que teve a maior queda de receita na comparação dos períodos de janeiro a julho dos anos de 2019 e 2020: menos 40,98% nos cofres. Nesse intervalo de tempo, foram para o caixa R$ 943,35 milhões.

Quem está na segunda posição em queda de receita é Vitória, com retração de 37,05% ante o período de 2019, com arrecadação de R$ 1,22 bilhão; Vila Velha, por sua vez, viu seu faturamento ser 36,44% menor, arrecadando R$ 667,66 milhões.

E em Cariacica, nos sete primeiros meses do ano, a receita chegou a R$ 512,89 milhões, índice 32,08% mais baixo do que no mesmo período de 2019.

De maio em diante, entretanto, três do “G4” da Grande Vitória viram suas receitas crescerem de maio em diante. A exceção ficou por conta de Vila Velha, cuja receita caiu de junho para julho: de R$ 153,72 milhões para R$ 125,58 milhões.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Serra Covid-19 serra

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.