ASSINE
O cotidiano das nossas cidades, a cultura, a política, a economia e o comportamento da sociedade estão no foco da coluna, que também acompanha de perto as políticas públicas e suas consequências para os cidadãos

Palco de chacina, Santo Antônio é mais violento do que 59 cidades do ES

Tradicional reduto de Vitória  já acumula nove assassinatos neste ano

Publicado em 03/10/2020 às 05h01
Atualizado em 03/10/2020 às 08h30
Quatro homens foram assassinados na Ilha do Américo, em Santo Antônio
Bombeiros removem corpo do local da chacina na Ilha do Américo, em Santo Antônio. Crédito: Fernando Madeira

Santo Antônio, o bairro palco da mais sangrenta chacina da história recente do Estado, com quatro mortes na última segunda-feira (28), já acumula nove assassinatos neste ano. O número da tradicional região de Vitória é tão elevado que o quantitativo de homicídios é maior do que de 59 dos 78 municípios do ES, incluindo Marataízes, que soma sete casos nos nove primeiros meses do ano.

O território de Santo Antônio, no Estado Presente, que reúne três bairros (Santo Antônio, Inhanguetá e Bela Vista), também não vem tendo dias de paz. Já foram 11 crimes ante dois do mesmo período do ano passado.

O mau desempenho não se aplica só a esse território. Na Serra, o conglomerado de Feu Rosa, com três bairros, apresenta 20 homicídios contra 11 do ano passado. Em Cariacica, o zoneamento de Nova Rosa da Penha, que reúne também três bairros, já tem 17 assassinatos ante cinco de 2019. Ainda em solo cariaciquense, a área de Flexal (Flexal I e II) soma 10 contra seis.

Vila Velha, por sua vez, tem seu destaque negativo no complexo de Santa Rita, formado por sete bairros. Por lá, ocorreram neste ano 21 crimes contra 10 de 2019 – mais que o dobro.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.