ASSINE
O cotidiano das nossas cidades, a cultura, a política, a economia e o comportamento da sociedade estão no foco da coluna, que também acompanha de perto as políticas públicas e suas consequências para os cidadãos

Missas com fiéis presentes serão liberadas em parte da Arquidiocese de Vitória

A partir de sexta-feira (1°/5), celebrações com o público serão retomadas em paróquias do litoral Sul e da Região Serrana; na Grande Vitória, só pelas redes sociais

Publicado em 26/04/2020 às 05h00
Atualizado em 26/04/2020 às 05h03
2007 - Missa de encerramento da Festa da Penha na Prainha, em Vila Velha
A presença de fiéis em missas continua proibida na Grande Vitória . Crédito: Zanete Dadalto/Faesa

A partir da próxima sexta-feira (1º de maio), estão liberadas, pela Arquidiocese de Vitória, missas e celebrações da palavra com a presença física de fiéis, nas cidades em que o governo do Estado considerou como de baixo ou moderado risco para contaminação pela Covid-19.

Na Grande Vitória (Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica e Viana), Guarapari e Alfredo Chaves, no Sul do ES, regiões consideradas pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) de alto registro de infecções pelo novo coronavírus, as celebrações presenciais continuam proibidas.

Poderão ser retomadas as missas com os fiéis presentes nas paróquias da área Serrana (Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Afonso Cláudio, Brejetuba, Domingos Martins e Marechal Floriano) e parte da área Benevente (Iriri e Anchieta), com exceção de Alfredo Chaves e Guarapari.

Em circular enviada aos padres, diáconos e religiosos da Arquidiocese, à qual a coluna teve acesso, d. Dario Campos, arcebispo de Vitória, libera as celebrações presenciais nas cidades com menor risco de infecção para a Covid-19, mas impõe condições para isso.

Deverão ser observadas as orientações das autoridades de Saúde tais como: distanciamento entre as pessoas, uso de máscaras; e higienização das mãos com álcool 70%. Além disso, d. Dario sugere, para evitar aglomerações, que missas e celebrações sejam realizadas em horários variados.

No documento, o arcebispo reitera que continuam suspensas atividades como encontros catequéticos e outras ações evangelizadoras, sem no entanto especificar quais no documento. O líder católico também recomenda que as celebrações sejam mais breves.

Dom Dario Campos pede que fiéis que estão no grupo de risco para o coronavírus - idosos, hipertensos, diabéticos e gestantes, entre outros - continuem em casa cumprindo o isolamento social e participando da liturgia através das redes sociais da Igreja Católica. O arcebispo ressalta que os católicos continuam dispensados, se preferirem, de participar das missas e celebrações dominicais.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.