ASSINE
O cotidiano das nossas cidades, a cultura, a política, a economia e o comportamento da sociedade estão no foco da coluna, que também acompanha de perto as políticas públicas e suas consequências para os cidadãos

Isolamento ajuda a diminuir mortes no trânsito no ES pelo 2° mês consecutivo

Abril teve 44 acidentes fatais nas vias públicas do Estado, a segunda melhor marca do ano

Publicado em 22/05/2020 às 05h01
Atualizado em 22/05/2020 às 08h02
Acidente com morte na BR 262, em Domingos Martins
Acidente com morte na BR 262, em Domingos Martins. Crédito: Rádio FMZ

As medidas de isolamento social contribuíram para o segundo mês consecutivo de queda de mortes no trânsito no Espírito Santo. Se em fevereiro ocorreram 62 óbitos nas vias públicas, em março foram 54 e, em abril, outros 44. Essa marca é a segunda melhor do ano - só não é menor do que janeiro, mês que teve o registro de 42 vidas perdidas.

Ao todo, neste ano, 83 vítimas foram motociclistas, representando 41,1% das mortes – número menor em relação ao mesmo período de 2019, quando 96 já tinham morrido. As colisões provocaram 84 fatalidades (41,6% dos casos) e, os atropelamentos, 35 (17,3% das ocorrências).

A faixa das 18h às 23h59 concentra a maior parte dos acidentes fatais, com 68 casos, seguido pelo período das 12h às 17h59 (56), das 6h às 11h59 (54), e da 0h às 5h59 (24). Já o público que mais perde a vida no trânsito está nas faixas etárias de 15 a 24 e de 35 a 44 anos. Cada uma dessas faixas representou 20% dos casos, ou seja, um total de 40% das ocorrências.

O domingo é o dia com mais mortes, com 51 casos, seguido pelo sábado, com 41 incidentes. A maioria dos acidentes acontece em vias estaduais/municipais (78%).

Espírito Santo espírito santo

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.