ASSINE
O cotidiano das nossas cidades, a cultura, a política, a economia e o comportamento da sociedade estão no foco da coluna, que também acompanha de perto as políticas públicas e suas consequências para os cidadãos

Crueldade na Serra: cachorro é abandonado na rua. Veja o vídeo

Motorista parou o carro e largou o cãozinho num cruzamento sob chuva intensa

Vitória
Publicado em 26/11/2020 às 11h17
Atualizado em 26/11/2020 às 11h17
Imagem do momento em que o cachorrinho é abandonado na rua, sob chuva intensa
Imagem do momento em que o cachorrinho é abandonado na rua, sob chuva intensa. Crédito: Reprodução de vídeo

Ainda existem seres humanos capazes de abandonar um animal indefeso na rua, à própria sorte. Sim, e essa crueldade aconteceu na tarde de terça-feira (24), e debaixo de chuva forte, em Praia de Carapebus, na Serra.

A cena foi captada pelas câmeras de um estabelecimento comercial: o motorista de um Kadett branco para o carro no meio de um cruzamento da Rua Noemi Costa Rodrigues com a Rua da Serra, às 16h04, e larga o animal no asfalto. O bichinho, desorientado, fica olhando em volta para onde ir e acaba atraindo outro cachorro, que se aproxima do cão abandonado.

Vereador eleito pelo Podemos, líder comunitário e defensor da causa animal, Ânderson Muniz, que mora em Praia de Carapebus, conta que um comerciante mostrou as imagens do abandono do animal. O futuro parlamentar disse que tentou localizar o cãozinho (ele não sabe se é fêmea ou macho), mas infelizmente não obteve sucesso.

“Esse fato me chamou atenção para uma situação que ocorre nos bairros de toda cidade”, lamenta Muniz. Por isso, quando assumir o seu primeiro mandato na Câmara de Vereadores da Serra, a partir de 1º de janeiro, ele pretende atuar de uma forma mais institucional em favor dos animais.

“Quero criar uma bancada de defensores da causa animal na Serra como forma de a gente trabalhar para punir o cidadão que faz isso. Além disso, quero cobrar o número de castração gratuitas e a criação de um hospital veterinário também gratuito para famílias de baixa renda”, planeja.

Por coincidência, o abandono do cachorrinho ocorreu no mesmo bairro onde, há duas semanas, um cachorro abraçou e “velou” um corpo de uma cadela que morreu subitamente na rua. Um nobre sentimento que parece que não faz parte da vida de muitos seres humanos.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.