ASSINE
O cotidiano das nossas cidades, a cultura, a política, a economia e o comportamento da sociedade estão no foco da coluna, que também acompanha de perto as políticas públicas e suas consequências para os cidadãos

Coranavírus: Casagrande só se afasta do comando do governo do ES se for internado

Fonte do palácio afirma que se não houver necessidade de internação por causa da Covid-19, governador, que fez exames hoje, trabalharia a distância

Publicado em 19/04/2020 às 17h51
Atualizado em 19/04/2020 às 17h51
Governador Renato Casagrande e vice-governadora Jaqueline Moraes em videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro
Governador Renato Casagrande e a vice-governadora Jaqueline Moraes em videoconferência. Crédito: Reprodução

O governador Casagrande (PSB), que fez o teste para saber se está infectado pelo novo coronavírus, só se afastaria de fato do cargo e do comando das ações contra a pandemia do novo coronavírus no ES se houver necessidade de internação. A informação foi obtida pela coluna com uma alta fonte do Palácio Anchieta. “Fora isso, trabalharia a distância dando as coordenadas para a equipe, que já sabe o que precisa ser feito”, diz a fonte. "Mas se Deus quiser isso não será necessário. Nem ele precisará, muito menos, de internação."

Em postagem no Twitter hoje (19) à tarde, o governador revelou que decidiu se submeter ao exame hoje após saber que seu motorista, que é casado com uma servidora de um hospital e cujo exame deu positivo, também contraiu a Covid-19.

A fonte palaciana informa que a família do governador também fará os exames e, posteriormente, outras pessoas que tiveram contato próximo com Casagrande. Mas segundo essa fonte, o governador sempre foi cauteloso neste período de pandemia.

“Ele já estava seguindo as orientações, tinha poucos contatos pessoais com a equipe. Mantinha distância quando ocorria alguma reunião, e todas eram realizadas em local amplo, no Salão São Tiago. Ele estava se cuidando.”

Nas últimas entrevistas coletivas concedidas por Casagrande, como na deste sábado em que foi anunciada a flexibilização da abertura do comércio em 72 cidades capixabas, os jornalistas observaram que governador apresentava uma tosse leve.

O governador, segundo apurou a coluna, sempre carrega consigo um frasco de álcool em gel e lava as mãos constantemente. A maioria das reuniões de que participou foram virtuais. Ainda não se tem certeza se o exame de Casagrande fica pronto ainda hoje ou amanhã (20).

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.